Efraim sugere mulher da oposição na segunda vaga de senador de João



O ex-senador e presidente estadual do Democratas Efraim Morais defendeu, na noite desta segunda-feira (21), que a segunda vaga de senador na chapa de João Azevêdo (PSB)  seja preenchido por uma mulher. Já a vaga de vice ele reivindica para o DEM e se apresenta como pré-candidato ao posto.

Em entrevista ao programa Frente a Frente, apresentado pelo jornalista Heron Cid, na TV Arapuan, Efraim Morais disse que a preferência seria que a candidata a senadora fosse da oposição e tivesse mandato para poder somar com o projeto do socialista.

“Se eu pudesse escolher, eu somaria mais um fato e que fosse uma mulher. Dentro de todas as composições que estão sendo feitas não foi citada a mulher. Se for mulher vai ter que ir às ruas e é um fato novo a mulher compor essa chapa”, destacou.

Sobre a vice, Efraim Morais disse que o Democratas entende que o seu nome pode facilitar a vitória da chapa girassol por ele ter boa penetração política em regiões como Sertão, Cariri e Curimatau do Estado.

“João Azevêdo representa João Pessoa e Veneziano Campina Grande. Se faz necessário que venha um nome, Efraim ou outro, que tenha convivência com Sertão, Curimataú, Cariri e até o Brejo. A força do DEM, com 20 prefeitos, centenas de vereadores e vice-prefeitos irar completar o quadro. Eu venho de duas eleições majoritárias. Estou à disposição dos companheiros que fazem a coligação e, mais à frente, vamos decidir sem nenhuma imposição. Estou à disposição como indicação do meu partido”, afirmou.

Efraim Morais alertou do risco para a eleição do candidato governista a colocação de “desconhecidos” na composição majoritária e soltou indireta para o Partido dos Trabalhadores que reivindica espaço na chapa do PSB.

“Não pode botar na chapa de governador quem não tem votos, um desconhecido. Sabemos que tanto o nosso candidato quando o do PV não têm muito conhecimento político a nível estadual. Então se colocar mais um desconhecido, que é visto apenas dentro de um partido, não vai somar nada. Só vai prejudicar a campanha. Quem tentar impor condições vai ficar fora porque tenho absoluta certeza disso. Até onde eu conheço o governador Ricardo Coutinho ele não vai aceitar imposição de ninguém”, destacou.

Além disso, Efraim Morais considerou que o governador Ricardo Coutinho já dispõe do apoio da fatia de eleitores do PT por defender os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.



Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.