BOMBA: Deputado denuncia esquema de locação de carros na prefeitura de Patos;





Em contato com o Blog do Jordan Bezerra, o deputado estadual Antônio Mineral (PSB) afirmou, nesta quarta-feira, dia 25 de julho, que não se arrependia de ter apoiado o Prefeito Dinaldinho Wanderley na última eleição, mas disse que todos aqueles que votaram e trabalharam pela campanha dele estão desgostosos com a administração que ele vem fazendo.

“Nós pensávamos que ele ia fazer uma mudança, mas ele vem dando continuidade à gestão passada. Não tem nenhuma diferença entre a última gestão e a administração de agora. A prefeitura vem sendo usada para fazer campanha política para pré-candidato a deputado”, destaca Mineral.

O deputado afirmou que os últimos gestores de Patos não trabalharam pelo desenvolvimento da cidade, mas sim pelos próprios interesses.

“Há muitos anos Patos vem elegendo prefeitos que não fazem nada pela cidade, mas o dinheiro público está indo embora pelo ralo, sendo usado em política de deputado estadual, de governador, de outras políticas, candidatos de outros municípios”, disse o deputado.

Mineral afirmou ainda que a prefeitura vem servindo para fazer política para a família que administra a cidade. Segundo ele, a prefeitura de Patos alugou carros a cabos eleitorais de outros municípios em troca de votos para o irmão do prefeito Dinaldinho Wanderley, que é pré-candidato a deputado estadual. Mineral afirmou também que esta é uma prática que vem de gestões passadas do município de Patos.

“Os carros são locados a pessoas de fora, para que elas votem no candidato do prefeito. Essa prática vem de muitos anos. Não é de hoje que faço essa denúncia. Como nós sabemos o tanto de secretário que tem em Patos com carros locados que não pertencem à cidade de Patos, só para fazer política para o prefeito e para o irmão dele. São vários candidatos da mesma família, querendo polarizar entre eles”, denuncia Mineral.

Em contato com a comunicação da prefeitura, a reportagem do Blog foi informada pela COORDECOM que esta prática é desconhecida, e que a denúncia será encaminhada para o setor jurídico municipal para averiguação de tais acusações. 




Acompanhe mais notícias do Canal do Povo

Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com




Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.