Ads Top

Lula pede tempo para Sepúlveda decidir sobre saída da defesa




CURITIBA - O ex-ministro Sepúlveda Pertenceafirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT) pediu um tempo a ele para resolver o imbróglio envolvendo seus advogados de defesa. Sepúlveda encontrou com o petista nesta sexta-feira, 20, na carceragem da Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, onde o petista está preso desde abril após ter sido condenado em segunda instância na Operação Lava Jato. A reunião, com duração de quase três horas, ocorreu depois que o ex-ministro demonstrou descontentamento sobre a estratégia de defesa do ex-presidente, que é pré-candidato à Presidência nas eleições de 2018 apesar da condenação. 

"Posso dizer apenas que o presidente me pediu alguns dias para buscar uma solução", disse Pertence após a reunião com Lula, ao ser questionado se deixaria ou não a defesa do petista. 

Na saída da PF, o ex-ministro encontrou o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad(PT), que, logo na sequência, também entrou na carceragem para visitar Lula. Sepúlveda não respondeu se aceitou ou não os dias para que Lula se decida sobre a defesa, mas Haddad emendou um "é claro" para a imprensa depois do questionamento.

Na semana passada, Pertence encaminhou uma carta a Lula, na qual demonstrou descontentamento sobre ter sido contrariado publicamente porCristiano Zanin Martins, outro advogado da equipe, sobre o pedido de prisão domiciliar para o petista. Zanin já havia descartado qualquer ordem nesse sentido, dizendo ser orientação do próprio ex-presidente.

Contrariando Zanin, o advogado do PT e da pré-campanha de Lula, Eugênio Aragão, declarou concordar com a estratégia adotada por Pertence. Para os juristas, com uma prisão domiciliar, Lula teria maior possibilidade de articulação de campanha.







Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com
Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.