Ads Top

PATOS: Pedido de revogação de prisão é negado e Múcio Filho permanece preso





O pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ/PB) estava na manhã desta quarta-feira, dia 29, em processo de análise do pedido revogação de prisão feito pelos advogados de Múcio Sátiro Filho, mas um pedido de vistas interrompeu a votação e o ex-chefe de gabinete da gestão Dinaldinho Wanderley (PSDB) continua preso.

De acordo com informações, o pedido de revogação da prisão estava com 5 desembargadores contrários a soltura de Múcio Sátiro Filho, porém, após o pedido de vistas de um sexto desembargador a votação foi adiada.

Mucinho, como é mais conhecido, está preso há 15 dias quando da Operação Cidade Luz, deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pelo Grupo de Ação Especial contra o Crime Organizado (GAECO). A operação aconteceu em Patos e João Pessoa.

De acordo com fontes extraoficiais, o ex-chefe de gabinete pode fazer acordo de delação premiada para revelar detalhes de como funcionava a atuação do grupo criminoso.






Acompanhe mais notícias do Canal do Povo

Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com




Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.