Ads Top

Trump acusa China de dificultar acordo com Coreia do Norte




O presidente norte-americano, Donald Trump, divulgou nesta 6ª feira (24.ago.2018) os motivos do cancelamento da ida de Mike Pompeo, secretário de Estado, à Coreia do Norte. O presidente diz que não sente progresso “suficiente” no processo de desnuclearização da cidade de Pyongyang. O acordo foi assinado em junho.

Em seu perfil oficial no Twitter, também disse que o secretário de Estado não deveria ir “neste momento” à Coreia do Norte, sem descartar uma visita futura. Espera-se que isso ocorra quando chegue ao fim a guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Nos tweets, Trump também afirma que os acordos com a Coreia do Norte não estão contando com a cooperação da China: “por causa de nossa posição comercial mais dura com a China, eu não acredito que eles estejam ajudando com o processo de desnuclearização como já fizeram antes (apesar das sanções da ONU que estão em vigor)”.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Lu Kang, disse que o país asiático está cumprindo com o que foi acordado e que considera “irresponsáveis” as declarações de Trump, além delas “não corresponderem à realidade”.

“Todos os envolvidos [no dossiê nuclear norte-coreano] devem seguir o caminho do acordo político, manter contatos ativos, negociar e levar em conta as preocupações legítimas um do outro”, declarou o porta-voz.

Nesta 5ª feira, representantes chineses e americanos se reuniram em Washington para dar continuidade às conversas comerciais. Segundo porta-vozes de ambas as partes, não houve consenso para o fim do embate fiscal.






Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com
Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.