Ads Top

OPINIÃO: A encruzilhada que aguarda os vereadores de Conde




Aprovado por unanimidade o Projeto de Lei 018/2018, proíbe a discussão sobre ideologia de gênero nas escolas da cidade de Conde, no Litoral Sul do Estado foi vetado pela prefeita Márcia Lucena (PSB), sob alegação de inconstitucionalidade.

Os vereadores agora estão em uma enorme encruzilhada moral, administrativa e eleitoral. De um lado a Prefeita Márcia Lucena e o movimento LGBT, de outro a população da cidade, cuja maioria se manifestou favorável ao projeto.

Se derrubarem o veto da prefeita podem criar um imenso mal estar entre os poderes, mal estar esse que para muitos já está estabelecido, haja vista que há quem diga que Márcia não tem mais a maioria na Câmara e que mesmo os que permanecem na base, estariam insatisfeitos com a prefeita e com alguns de seus auxiliares.

Se não derrubarem o veto e se curvarem diante da decisão da gestora, os parlamentares deixarão o eleitorado ou parte dele, insatisfeito, o que pode comprometer ainda mais a imagem da Câmara, consequentemente a reeleição de alguns parlamentares em 2020. 

Há inclusive rumores na cidade de retirada de alunos das escolas municipais em virtude da decisão da prefeita. 

E agora? Qual será a postura dos vereadores? Qual caminho irão seguir? 




 Acompanhe mais notícias do Canal do Povo

Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com


Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.