Ads Top

Eleição suplementar em Cabedelo ocorrerá no início do próximo ano



Vai ficar para o início de 2019 a eleição suplementar que escolherá o novo prefeito de Cabedelo, cargo que está em vacância desde a tarde desta terça-feira (16) com a renúncia do prefeito afastado do município, Leto Viana (PR), e a morte do vice-prefeito, Flávio Oliveira. Atualmente a cidade é gerida pelo prefeito interino Vítor Hugo (PRB).

Ao Portal MaisPB, o juiz eleitoral da cidade, Antônio Silva Neto, afirmou que a realização do segundo turno das eleições gerais impede esforço para que o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba convoque o pleito.

“Agora não se pode haver nenhuma eleição, até porque não temos capacidade técnica, já que as urnas, por exemplo, estão ocupadas. Depois que terminar este pleito, existem os prazos de impugnação, que vão durar mais dois meses. Nesse período às urnas ficam à disposição dos partidos e dos candidatos, então não podem ser carregadas”, justificou.

Segundo o magistrado, a Câmara Municipal de Cabedelo ainda não fez o comunicado oficial sobre a renúncia de Leto e a vacância do cargo. “Ao receber essa comunicação, vou encaminhar o pedido para abertura de um processo no Tribunal Regional Eleitoral, para que a Corte defina através de uma resolução a realização da eleição”, finalizou.

Em contato com a reportagem, a presidente da Câmara, Geusa Ribeiro, disse que vai levar o pedido de renúncia para leitura em plenário na noite desta terça (16) e que na quarta-feira (17) encaminhará o documento para Justiça Eleitoral.







Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Facebook, TwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99853 2134
WhatsApp: (83) 99853 2134
E-mail: canaldopovopb@gmail.com
Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.