Ads Top

Mais de 8 mil vítimas de acidentes de trânsito são atendidas no Hospital de Trauma de CG




O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes em Campina Grande, que integra a rede hospitalar do Governo do Estado, realizou 8.230 atendimentos às vítimas de acidentes de trânsito no período de janeiro a setembro deste ano. São realizadas, em média, 300 cirurgias ortopédicas por mês.

Somente em 2018, foram 6.449 pessoas que deram entrada na unidade de saúde com ferimentos em razão de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas.  Do inicio do ano até o mês de setembro, foram registrados 87 óbitos causados em acidentes com motocicletas sendo 70 homens e 17 mulheres.

Já em relação aos feridos em acidente de automóvel, nesses nove meses, o hospital atendeu 660 pacientes. Também foram registrados casos de atropelamentos (502) e acidentes de bicicleta (619).

No mesmo período de 2017, foram prestados 8.848 atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito, sendo 6.940 por de acidentes com moto, 863 com automóvel, 578 com bicicleta e 467 atropelamentos.

Para o ortopedista Felipe Guedes, com esses dados podemos ter duas interpretações, a primeira é que, cada vez mais, acidentes envolvendo carros e motocicletas aumentam o grau de gravidade e a segunda é que muitos desses pacientes não conseguem chegar a tempo ao hospital e isso faz com que o ele chegue ao óbito no próprio local.

Segundo o médico, o aumento nos números de acidentes de bicicleta e atropelamento de 2017 para 2018 é devido ao trânsito, que vem piorando e a população está usando mais a forma alternativa de se locomover pelo aumento dos combustíveis.

Para o diretor geral do Hospital de Trauma de Campina Grande, Geraldo Medeiros, as despesas com acidentes de trânsito, até o momento, foram em torno de 11 milhões de reais.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Neste cenário, o Brasil é o quinto país com maior número de acidentes.
O Hospital de Trauma de Campina Grande disponibiliza 292 leitos, 340 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas.  O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico.

A unidade é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba, além de alguns municípios do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.




SecomPB
Foto: ParaibaOnline





Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Facebook, TwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 99835 5034
WhatsApp: (83) 99835 5034
E-mail: canaldopovopb@gmail.com
Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.