Ads Top

Chapecoense vence Sport e sai da zona de rebaixamento




A Chapecoense está fora da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, recebendo o Sport, na Arena Condá, em confronto direto contra uma vaga no grupo dos últimos quatro colocados, o Verdão do Oeste fez o dever de casa graças a um início avassalador de Leandro Pereira e acabou saindo de campo com o importantíssimo triunfo por 2 a 1. Ambos os gols dos donos da casa foram anotados pelo camisa 90. Já Michel Bastos descontou para o Rubro-Negro pernambucano.

Com o resultado, a Chapecoense foi a 40 pontos e subiu para a 15ª colocação, deixando o Sport justamente no posto em que estava (17º), com 38 tentos. Além do Rubro-Negro pernambucano, América-MG, Vitória e Paraná completam a zona de rebaixamento restando somente duas rodadas para o fim do Brasileirão.

Agora, a Chapecoense só depende de si para evitar a tão temida queda para a Série B, fato que seria inédito na história do clube. O time catarinense volta a entrar em ação no próximo domingo, contra o Corinthians, em Itaquera, às 19h (de Brasília). O Sport, por sua vez, encara o São Paulo, na próxima segunda-feira, às 20h.

O jogo - Nem o mais otimista dos torcedores da Chapecoense imaginava um início de partida tão positivo. Precisando do triunfo para sair da zona de rebaixamento, os donos da casa abriram o placar logo aos três minutos de jogo, após Leandro Pereira tentar tocar para Wellington Paulista e Ernando interceptar o passe com a mão. Na cobrança, o próprio Leandro Pereira bateu, deslocando o goleiro Maílson para assegurar a vantagem.

Confiante com o gol precoce, a Chape não se acomodou e tratou de ampliar o marcador aos sete minutos. Desta vez, Eduardo desceu pela direita e cruzou na medida para Leandro Pereira, que novamente foi decisivo ao subir mais alto que a defesa no primeiro pau e cabecear no cantinho de Maílson.

O terceiro gol da Chapecoense só não saiu porque o Sport foi um pouco mais feliz nas jogadas seguintes. Primeiro, aos 20 minutos, Fabrício decidiu experimentar da entrada da área, e a bola sobrou nos pés de Wellington Paulista, que completou para o gol, mandando rente à trave direita de Maílson. Já no minuto seguinte, Leandro Pereira saiu cara a cara com o goleiro do Sport, tentou encobrí-lo, mas o rival estava esperto para se esticar, fazer o desvio e evitar o hat-trick do camisa 90.

A Chapecoense voltou para o segundo tempo muito mais tranquila. Assim, os donos da casa aproveitaram para manter a posse de bola e administrar a vantagem construída na etapa inicial. Mesmo atuando de maneira menos impetuosa, o Verdão do Oeste por pouco não fez o terceiro gol aos 18 minutos, quando Elicarlos ficou com a sobra após desvio da defesa do Sport em cruzamento rasteiro de Canteros e bateu de primeira, vendo Maílson fazer a defesa com o pé direito.

Como diz o famoso ditado, quem não faz, toma. Foi exatamente isso o que aconteceu com a Chapecoense aos 22 minutos. Contando com um pouco mais de sorte no segundo tempo, o Rubro-Negro pernambucano descontou com Michel Bastos, que bateu para o gol de dentro da área, carimbou a trave, mas viu a bola bater nas costas de Jandrei no rebote e ir para o fundo das redes.

Ciente da importância de controlar o Sport nos minutos finais da partida, a Chapecoense tentou se manter no ataque e continuar com a posse de bola. Os visitantes, no entanto, tentaram de qualquer maneira chegar à meta alviverde para, ao menos, voltarem para Pernambuco com o empate na bagagem, mas acabaram tendo de se contentar com a amarga derrota e a presença na zona de rebaixamento do Brasileirão restando apenas duas rodadas para o fim do torneio nacional.




Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Facebook, TwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 993191 9890
WhatsApp: (83) 993191 9890
E-mail: canaldopovopb@gmail.com


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.