Ads Top

Galo vence o Paraná Clube e segue firme no G6 do Brasileirão





O Atlético Mineiro conseguiu uma importante vitória sobre o Paraná Clube, por 1 a 0, na Vila Capanema, e se manteve no G6 do Campeonato Brasileiro, de olho na vaga para a Libertadores da América. Com o resultado, Galo chegou aos 50 pontos, na sexta colocação. O Tricolor, que chegou a ficar com nove homens em campo, é o lanterna, rebaixado, com 21 pontos.

A equipe mineira abriu a contagem aos 13 minutos da primeira etapa, com Fábio Santos cobrando pênalti cometido por Richard em cima de Luan. A equipe paranista jogou toda a segunda etapa com dois jogadores a menos e conseguiu evitar uma derrota maior.

Na próxima rodada, o Paraná Clube enfrenta o Palmeiras, domingo, em jogo marcado para o Estádio do Café, em Londrina. Já o Atlético Mineiro terá pela frente o Bahia, sábado, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

O jogo 

 A partida começou aberta, com as duas equipe se alternado com a bola, mas encarando forte marcação, com dificuldade em criar chances. Aos nove minutos, o primeiro chute realmente em direção ao gol, com Terans, que recebe de Elias e arriscou o arremate para boa defesa de Richard. Aos 11 minutos, Richard derrubou Luan após tentativa de chapéu e o arbitro anotou o pênalti, Fábio Santos foi para a cobrança e abriu o placar.

O Tricolor tentava responder rápido, mas sem sucesso. Aos 17 minutos, Rafael Grampola pegou sobra de bola, cruzou fechado e Victor deixou a meta para interceptar. O técnico Levir Culpi precisou queimar a primeira mudança com Luan saindo lesionado para a entrada de Bruninho. Aos 25 minutos, Cazares fez o cruzamento, e Bruninho apareceu atrás da defesa para finalizar pela linha de fundo.

A situação do Paraná se complicou ainda mais aos 29 minutos depois que Silvinho reclamou com a arbitragem e recebeu cartão vermelho. Aos 35 minutos, Grampola vacilou e ficou sem a bola, que ficou com Elias, que avançou e soltou o pé, de fora da área, para fora, com perigo. Chance para o Paraná, aos 37 minutos, com Leandro Vilela pegando rebote e chutando para boa defesa de Victor.

Para o segundo tempo, o Tricolor voltou com o jovem Keslley no lugar de Rafael Grampola. Porém, aos três minutos, Andrey deixou o braço nem Galdezani e recebeu o segundo amarelo, deixando o time da casa com dois a menos em campo. Aos sies minutos, Terans pegou sobra de bola e chutou cruzado, à direita da meta. Aos 10 minutos, o meia tentou de cabeça, também para fora.

Cazares cobrou falta, aos 16 minutos, e Richard agarrou sem dar rebote. O Galo dominava totalmente as ações, mas parava em um ferrolho paranista. Outro lance de bola parada, com Terans, que soltou um petardo par grande defesa de Richard. Bruno tentou surpreender com um chute de longe e Richard apenas acompanhou a saída da bola. Aos 30 minutos, Alex Santana evoluiu com a bola, mas isolou na hora do chute.

Rodrigo Carioca, com dores na coxa, deixou o gramado chorando para a entrada de Alesson. O goleiro Richard também sentia dores. Mesmo assim, o time segurava a derrota por apenas um gol heroicamente. Com um time muito jovem em campo, os donos da casa já pensam em 2019. Aos 43 minutos, Denilson tirou do goleiro e a bola foi lentamente para fora, com perigo. Levir Culpi desencantou no comando do Galo.







Acompanhe mais notícias do Canal do Povo

Facebook, TwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 993191 9890
WhatsApp: (83) 993191 9890
E-mail: canaldopovopb@gmail.com



Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.