Ads Top

Operação contra pedofilia na Internet, já prendeu 424 pessoas




A Operação Luz na Infância, da Polícia Federal, tem como objetivo identificar e punir quem produz, compartilha, acessa ou armazena conteúdos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes. A Operação está em sua terceira fase e é deflagrada em 18 estados do Brasil e no Distrito Federal, sendo que 300 policiais federais e 725 policiais civis participam das ações. Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (22) pelo Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, 61 pessoas já foram detidas e as ações seguem até a próxima sexta-feira (23), com mais apreensões.

Jungmann falou, em uma coletiva de imprensa, sobre a ilusão de impunidade: “Queremos deixar claro aquilo que já disse anteriormente: não existe anonimato em rede social, não existe impunidade em rede social e a Polícia Federal tem condições de chegar a quem cometer esses crimes”.

A pena prevista no Código Penal brasileiro para quem produz, compartilha, acessa ou mantém arquivos de pedofilia vai de 2 a 8 anos de reclusão.

Na primeira fase da Operação Luz na Infância, que se iniciou em outubro de 2017, 157 mandados foram cumpridos, resultando no encarceramento de 112 abusadores. Já na segunda fase, a partir de maio de 2018, foram 579 mandados de busca e 251 pessoas foram presas.

“Esse é um crime asqueroso porque ele macula e profana a nossa juventude e as nossas crianças. Evidentemente isso as compromete e compromete também o nosso futuro”, disse Jungmann.






Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Facebook, TwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 993191 9890
WhatsApp: (83) 993191 9890
E-mail: canaldopovopb@gmail.com



Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.