Ads Top

OPINIÃO: Bayeux está submersa em um mar de sujeira política





O jogo político em Bayeux parece superar todas as expectativas no que diz respeito a conspiração, traição, sordidez e tudo de mais nefasto no que se refere a amor ao poder.

Uma fonte muito próxima do Legislativo municipal disse que há pouco tempo houve uma reunião entre os vereadores para tratar sobre o destino da Prefeitura de Bayeux. Até então, o acordo era para que Jefferson Kita (PSB) assumisse a gestão da cidade, porém na tal reunião, o socialista não teria aceitado uma proposta ‘indecorosa’ por parte de alguns colegas, perdendo o apoio para assumir a prefeitura e até a garantia de manutenção da sua eleição para presidir a Câmara no biênio 2019/2020.

Em resposta ao CANAL DO POVO, Kita negou a reunião, mas afirmou que ocorrem sim divergências entre os parlamentares, já que alguns querem eleições indiretas, o que beneficiaria Noquinha e ele, assim como outros colegas querem eleições diretas.

Tendo havido a reunião ou não, o que é fato é que os colegas parecem ter começado um processo de ‘fritura’ do socialista e que com isso, sua condição de futuro presidente da Câmara para o próximo biênio está ameaçada por demais.

A sessão ordinária da terça-feira (13) foi cancelada por falta de quórum. Segundo nossa fonte, era exatamente essa sessão que discutiria uma a proposta de emenda que alteraria o art. 08 da Lei Orgânica do Município, que trata sobre as eleições indiretas.

Questionado se poderia ser vítima de um ‘golpe’ Kita respondeu: “Seria um ato de covardia, pois a mesa foi unânime. Mas estou preparado para acionar a justiça se houver”. Sendo assim, penso que teremos mais uma judicialização em Bayeux.

O que fica muito claro é que a cidade está mergulhada em verdadeiro mar de lama. O povo parece refém de uma Câmara que parece mais interessada no poder e não no servir. E nesse mar de lama, parece que o vereador Kita está sendo ‘afogado’ pelos  seus pares. Resta saber se ele vai se acomodar ou resistir até o fim. 


Caco Pereira
  


Acompanhe mais notícias do Canal do Povo

Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 993191 9890
WhatsApp: (83) 993191 9890
E-mail: canaldopovopb@gmail.com



Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.