OPINIÃO: Vereadores de oposição contrariam críticos e demonstram postura favorável ao desenvolvimento de Conde





A Câmara de Conde vivenciou hoje o capítulo final da votação do projeto 017/2018 do Executivo Municipal, do Poder Executivo, que pede abertura de crédito especial. O remanejamento aprovado gira em torno de R$ 3 milhões do Orçamento Municipal e os recursos devem ser  investidos em Educação.

Depois de muito disse-me-disse, vídeos pra lá e pra cá, acusações, insinuações e bastante tumulto, os parlamentares aprovaram o projeto por unanimidade. 

Apesar de toda a pressão sobre os vereadores da oposição, os parlamentares deram provas de que não eram contrários ao projeto, aprovando-o com os votos dos seis oposicionistas, contudo, sem deixar de expressar suas opiniões acerca das informações que não lhe pareceram claras, bem como das preocupações acerca dos valores que serão pagos a título de indenizações dos terrenos onde será construído o Colégio Noêmia Alves.

Os vereadores do bloco oposicionista demonstraram firmeza e uniformidade no discurso. Fizeram questão de deixar claro que têm posicionamento em favor da cidade e que ao questionar informações e cobrar clareza estão cumprindo o papel que lhes foi confiado pelo eleitorado do Conde.

Os vereadores mesmo fazendo críticas a postura da gestora municipal não deixaram de reconhecer a importância do projeto para o bem da cidade. Tendo inclusive um deles repetido que em nenhum momento a Casa de Cícero Leite deixou de aprovar projetos que visassem o bem do município.

Também merece nota a postura da professora Cida Uchoa, Secretária de Educação do Munícipio. Elogiada por todos os parlamentares, Cida consegue sair ilesa de quaisquer embates entre a gestão e os vereadores de oposição. Interessante é perceber que é exatamente da oposição que partem os maiores elogios a atuação e postura da professora Cida. O que mostra coerência e respeito.

Ao usar a tribuna Cida foi coerente, educada, tranquila e expressamente respeitosa. Cedeu naquilo que era possível e necessário para aprovação do projeto, sem permitir que houvesse prejuízo no todo.

Negativamente destaco a postura de algumas pessoas que esperavam a votação do projeto. Logo após a definição, a grande maioria levantou e foi embora, deixando transparecer que o interesse era em uma pauta específica e não naquilo que realmente deveria ser, ou seja, não no trabalho geral da Câmara. 

Ao final da votação ficou muito claro que os parlamentares da oposição não são o que foi ‘pintado’. Agora nos resta esperar e torcer para que em 2019 as coisas sejam mais tranquilas.  



Caco Pereira
Foto: Wagner Assunção



Acompanhe mais notícias do Canal do Povo
Facebook, TwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a gente:
Telefone: (83) 993191 9890
WhatsApp: (83) 993191 9890
E-mail: canaldopovopb@gmail.com





Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.