CATINGUEIRA: Vereador vai pra oposição e deve ser o novo presidente da Câmara




 O vereador Edson Pereira (MDB), anunciou oficialmente neste sábado (1), rompimento com o grupo de situação liderado pelo prefeito Odir Borges, do mesmo partido.

Em consequência disto, o vereador que já tinha anunciado há alguns dias sua pretensão de disputar o cargo de presidente da Câmara Municipal recebeu o apoio dos quatro vereadores de oposição, Sebastião Alves de Morais (PR), Martin Leite Soares (PPS), Silvan Gomes de Oliveira (PSDB) e Lindeilton Leite Pereira (PCdoB), totalizando assim cinco votos necessários para eleger um presidente.

A informação foi confirmada pelo próprio vereador Edison Pereira, Ele informou que se sentiu “escanteado e descartado” pelos seus próprios colegas desde que anunciou sua candidatura a presidência da Câmara. 

“Desde janeiro quando anunciei meu posicionamento político para a eleição estadual, comecei a me sentir descartado. A partir dai, as coisas mudaram. Então, me lancei candidato a presidência da Câmara mas não recebi o apoio dos meus colegas que passam a me escantear. Não tive mais condições de permanecer dentro do grupo de situação e resolvi me afastar.” Disse.

Edson fez questão de dizer que o apoio dos quatro vereadores de oposição a sua candidatura não teve nenhuma influência de grandes chefes políticos. “Foi uma decisão voluntaria dos próprios vereadores de oposição que me acolheram. Nossa intensão será valorizar o legislativo, em harmonia com o executivo.” Concluiu.

A eleição da Câmara tem até o dia 15 de dezembro para ser realizada.


http://www.catingueiraonline.com/2018/12/vereador-adere-oposicao-e-devera-ser.html

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.