Juiz ordena que atriz pornô pague US$ 300 mil a Trump




Nesta terça-feira, um juiz federal norte-americano ordenou que a atriz pornô Stormy Daniels pagasse quase US$ 300 mil ao presidente Donald Trump para cobrir os honorários de seus advogados em uma ação de difamação que foi rejeitada.

O Juiz S. James Otero “ordena que o autor pague à defesa US$ 293.052,33 relativos às horas e custos dos advogados, e sanções”, disse a sentença.

Em outubro, Otero rejeitou um processo por difamação que Daniels, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford, introduziu após Trump dizer em abril que a atriz inventou ter sido vítima de ameaças para silenciar sua suposta relação com o presidente.

Daniels mantém outro processo aberto contra o presidente sobre a nulidade de um acordo de confidencialidade que ele assinou para manter silêncio sobre um suposto caso de amor entre os dois entre 2006 e 2007.

Este processo, que foi indeferido por Otero, refere-se a um tweet de Trump após Daniels denunciar um retrato falado de um homem que a teria ameaçado em Las Vegas para que não falasse sobre seu caso com o presidente.

Trump disse que ele era um “homem inexistente” e que a história era uma “fraude total” e parte da “Fake News”.

O juiz Otero reiterou na terça-feira que esse tuíte era “uma hipérbole retórica e que, portanto, era uma opinião protegida”.

O advogado do presidente, Charles Harder, explicou em um comunicado enviado à AFP que o valor corresponde a “75% das taxas totais” além de US$ 1.000 “em sanções contra Daniels por ter entrado em uma reivindicação sem mérito”. Segundo Harder, essa decisão, junto com a decisão anterior que rejeitou o caso de difamação, “constitui uma vitória total para o presidente e uma derrota total para Stormy Daniels”.

Michael Avenatti, advogado de Daniels, chamou Harder e Trump de “desonesto” e avisou que sua cliente não terá que pagar um centavo.

“Se Stormy tem que pagar US$ 300 mil a Trump no caso de difamação (que irá ser objecto de recurso) e Trump tem que pagar US$ 1,5 milhão no caso de acordo de confidencialidade, como esta pode ser uma vitória de Trump?”, ele escreveu no Twitter.




Foto: Ethan Miller / Agência O Globo




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.