Ads Top

Grávida morre em tiroteio com a PM em festa de facção; bebê sobrevive




Um homem e uma jovem, que já estava nas últimas semanas de gestação, morreram após um confronto com a Polícia Militar, no final da tarde deste sábado (29), na Zona Norte de Natal. Mesmo após constatar o óbito da mulher, uma equipe de saúde conseguiu salvar o bebê - uma menina.

A mulher foi identificada oficialmente como Raiane Sousa da Silva, de 18 anos. O homem era Rodrigo Santos Gomes, de 26 anos. Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu por volta das 17h30 na rua Integração, no Loteamento Nova Repúblia, bairro Pajuçara. Equipes da Polícia Militar foram acionados para ir até um bar onde estaria acontecendo uma festa promovida por uma facção criminosa.

"Logo que os policiais militares chegaram lá, algumas pessoas tentaram reagir, mas eles foram mais rápidos e atiraram", afirmou o delegado Frank Albuquerque, da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O homem e a mulher grávida foram atingidos e levados ao Hospital Santa Catarina, também na Zona Norte da capital. As entradas foram registrada por volta das 18h e logo os óbitos foram confirmados. Entretanto, a equipe da unidade conseguiu tirar o bebê da barriga da mulher.

Segundo a equipe de enfermagem do Centro Cirúrgico, os pediatras ainda tiveram que fazer reanimação do bebê, uma menina, que conseguiu sobreviver. Na manhã deste domingo (30), ela seguia internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da unidade com quadro de saúde estável.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, várias pessoas que estavam na festa foram levadas para a Delegacia de Plantão da Zona Norte. Com o casal que morreu foram apreendidos um revolver, uma pistola, carregadores e munições.








Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.