Ads Top

OPINIÃO: Sobre votos, arrependimentos e hipocrisia





Votei em Jair Bolsonaro nas últimas eleições presidenciais. Votei não por achar que ele seja uma espécie de Messias político, um Salvador da Pátria. Muito menos por acreditar que o futuro presidente seja o melhor homem do mundo.

Votei no Jair por acreditar ser necessária e importantíssima uma decisão de rompimento com estrutura de poder que vigorou nos últimos anos no país. Votei por entender que dentre os nomes postos, ele representava o melhor ‘quadro’ de mudança na política do Brasil.

Há alguns dias evidências de um eventual esquema de corrupção envolvendo um dos filhos do presidente eleito e seus funcionários. Esquema esse que poderia ter conhecimento e até participação de Bolsonaro.

Se for provado é sério, é grave e é criminoso SIM! Isto posto, deixe-me colocar outras situações:

Não. Eu não me arrependo nem por um segundo de ter voltado em Bolsonaro.

Não me arrependo porque o fiz acreditando que ele representava (ainda acredito que representa) uma mudança necessária.

Não me arrependo porque votei contra um esquema de corrupção que há anos sugava os cofres dessa nação.

Não me arrependo porque tenho certeza que contribui para, ao menos por alguns anos, eliminar do cenário governamental uma gente sórdida que é responsável direta e indireta por muitas das mazelas sociais dessa nação.

Ah! E se for provado que o Jair é corrupto?

Se for comprovado que ele cometeu crime de corrupção. Que pague. Que seja punido.

Se for preciso mudar, mudemos novamente. Se for caso de impedimento e prisão, que assim seja.

Obviamente ficarei triste, frustrado e decepcionado. Porém em tempo algum farei parte de campanhas como #MitoLivre, Bom dia presidente Bolsonaro ou coisa desse tipo. Não tenho a menor intenção de ser ‘zumbi de corrupto’. Se Bolsonaro for criminoso, que pague.

Já falei de voto e arrependimento. Vamos falar de hipocrisia?

Eu não me arrependo do voto. Eu espero que seja inocente, mas se for culpado, que pague. E você o que tem a dizer sobre aqueles em quem votou nos últimos anos?


Ponto.


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.