Ads Top

Palocci diz que filho de Lula recebeu propina durante negociação de MP




O ex-ministro Antonio Palocci disse, em depoimento nesta quinta-feira (6), que Luís Cláudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), recebeu propina em decorrência das negociações de uma MP (Medida Provisória).

Segundo Palocci, um esquema foi acertado para o pagamento de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões em propina a Luís Cláudio para a realização do torneio Touchdown, de futebol americano.

A MP, investigada na Operação Zelotes, foi aprovada em 2009 e tinha como finalidade prorrogar incentivos fiscais de montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Palocci presta depoimento como testemunha de acusação, chamada pelo MPF (Ministério Público Federal). No processo, Lula foi denunciado por corrupção passiva.

Além de Lula, também são réus no processo o então chefe de gabinete do governo Gilberto Carvalho, os empresários Carlos Alberto de Oliveira Andrade, do Grupo Caoa, e Paulo Ferraz Arantes, da MMC.

Segundo o MPF, a empresa Marcondes e Mautoni Empreendimentos, do lobista Mauro Marcondes Machado, representava os interesses da CAOA (Hyundai) e da MMC Automotores (Mitsubishi do Brasil) e teria ofertado R$ 6 milhões a Lula e Carvalho. O dinheiro seria para financiar campanhas do PT.

“Me foi relatado pelo ex-presidente Lula que ele havia tido entendimentos [para o pagamento de propina] com o seu Mauro Marcondes”, disse Palocci.

A MP foi renovada em 2013 pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Palocci disse que, na renovação do benefício, o esquema de propina teria se repetido.
Segundo Palocci, ele tomou conhecimento do esquema em conversa com Lula.
O ex-ministro afirmou ter conversado com o ex-presidente após ser procurado por Luís Cláudio, entre o final de 2013 e o começo de 2014.

Segundo Palocci, o filho de Lula lhe pediu ajuda com projetos de sua empresa da área esportiva.

O ex-ministro declarou que se encontrou com o ex-presidente no Instituto Lula em 2014 para tratar do assunto. “Procurei o ex-presidente para relatar que ele tinha me procurado pra conseguir recursos”.

Palocci disse que ouvido do ex-presidente que ele "não se preocupasse" porque Luís Cláudio já seria atendido pelo lobista Mauro Marcondes.

Lula, então, teria dito que a Caoa e a Mitsubishi dariam recursos a Mauro Marcondes, que faria o repasse a Luís Cláudio.



Foto: Renato Araújo/Agência Brasil


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.