A Câmara de Vereadores de Conde está reunida excepcionalmente na tarde desta segunda-feira (24) e acaba de  aprovar a Lei Orçamentária Anual – LOA, para o exercício de 2019.

A lei foi aprovada por unanimidade, com diversas emendas propostas pelos vereadores da oposição. A mais importante delas reduz o valor autorizado para remanejamento de recursos dentro do orçamento. A ‘pedida’ da gestão era de 60% de liberdade para remanejar sobre um valor de 98 milhões (previsão), ou seja, o Executivo queria o privilégio de gastar quase 60 milhões de reais sem precisar de nova autorização da Câmara. Os parlamentares reduziram o valor autorizado 5%.

Se tivessem aprovado o texto original os vereadores poderiam se tornar imagens figurativas no cenário político local (ao menos é que os parlamentares entendem).

De forma muito simples os vereadores de Conde ‘toraram nas emendas’ as intenções de autonomia administrativa da prefeita Márcia Lucena.

Resta saber se a gestora sancionará a LOA com as emendas ou vai agravar a crise com o Legislativo e ‘torar as emendas’






Caco Pereira
Fotos: Renato Vieira 
Márcio Simões



Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.