Ads Top

VIROU RINGUE? Sindicalista é agredido durante confusão na Câmara de Cabedelo; (vídeo)






O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cabedelo (Sindcab), Alexandro Batista de Lima denunciou ter sido agredido na noite de hoje quando estava do lado de fora da Câmara do Município. Segundo Sandro, o motivo foi não ter acatado a ordem de desligar o microfone de um carro de som quando um militante do movimento cultural criticava o prefeito interino, Vítor Hugo.

Sandro, como é mais conhecido, é adversário do prefeito interino e a agressão pode ser conferida no vídeo acima:

A confusão começou por causa do discurso que você pode acompanhar nesse outro vídeo:




Na sessão, nenhum requerimento ou projeto chegou a ser votado. Houve bate-boca e muitos desentendimentos porque logo no início dos trabalhos, o vereador Evilásio Cavalcanti usou uma questão de ordem para apresentar um requerimento de urgência urgentíssima para um projeto de resolução de sua autoria que tinha como objetivo anular a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2019/2020. A presidente da Casa, Geusa Ribeiro, tentou, sem sucesso, explicar que o Regimento Interno impedia que a questão de ordem fosse usada para isso.

Evilásio continuo a leitura de seu requerimento e do projeto e cobrou que ele fosse votado, o que não aconteceu.

Depois de muita discussão, da intervenção de populares que vaiaram e chamavam a presidente da Câmara de “golpista”, Geusa decidiu colocar em votação o projeto do vereador Pereira que previa o pagamento de 13º para os parlamentares da cidade portuária.

Os adversários de Geusa retrucaram que o projeto seria dela. Ela disse que era de Pereira e os aliados de Vítor Hugo se retiraram da sessão, que foi, por isso, encerrada.




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.