Ads Top

Corinthians acerta com o BMG como novo patrocinador master




O BMG é o novo patrocinador master do Corinthians. A parceria deve ser oficializada nesta quinta-feira e a previsão é de que a marca já estampe o uniforme na estreia do Campeonato Paulista, domingo, contra o São Caetano, em Itaquera. Segundo informou o diretor financeiro do clube, Matias Romano Ávila, no final do ano passado, o acordo deve render por volta de R$ 30 milhões.

O acordo deve criar também uma disputa adicional entre os arquirrivais paulistas. Isso porque a financeira HELP!, controlada pelo banco mineiro, é concorrente da Crefisa, que patrocina o Palmeiras. O Corinthians estava sem um patrocinador na parte mais nobre de sua camisa desde abril de 2017, quando encerrou o acordo com a Caixa, que pagava cerca de R$ 25 milhões.

O retorno ao futebol do BMG se justifica pelo fato de ser menor que outras campanhas de mídia. Não é a primeira vez que o banco aposta no esporte. Já patrocinou no passado clubes como Atlético-MG, Cruzeiro, Flamengo, Vasco, Palmeiras, Coritiba e São Paulo.

Na mira do banco BMG, controlado pela família Pentagna Guimarães, está não só a exposição da marca, mas também a oferta de produtos financeiros para o público alvinegro que soma 30 milhões de torcedores. De quebra, o patrocínio pode ajudar a instituição a fortalecer sua estratégia de banco digital e, consequentemente, beneficiá-lo em uma nova tentativa de abrir capital na bolsa brasileira, o que era esperado para este ano, segundo fontes.

O BMG é líder no mercado de cartão de crédito consignado e ocupa a posição de sexto maior emissor de cartões de crédito entre as instituições financeiras. Procurado, o BMG não comentou.

METAS - Na projeção financeira para 2019, elaborada no fim do ano passado, o Corinthians informou que espera faturar R$ 64 milhões com patrocinadores. Em dezembro, o clube já havia anunciado a Poty, empresa de refrigerante, para colocar a marca no shorts. O clube também ainda conta com a exposição da Universidade Brasil no ombro e a PES na barra da camisa.

Os três anunciantes menores devem render algo em torno de R$ 15 milhões ao ano. O Corinthians ainda tem contrato com a Nike, que pagará cerca de R$ 20 milhões em 2019. Com isso, o clube deverá bater sua meta de faturamento com patrocinadores, que é de cerca de R$ 65 milhões.



Foto: Luis Moura / WPP / Estadão


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.