Ads Top

MONSTRUOSIDADE: Enfermeiro é preso por estuprar de paciente em estado vegetativo; ela engravidou




O Escritório do Xerife do Condato de Maricopa, no Arizona, divulgou, nesta quarta-feira, a foto dos registros policiais referentes ao enfermeiro Nathan Sutherland, de 36 anos, preso pelo abuso sexual de uma paciente em estado vegetativo há 14 anos que deu à luz um menino no dia 29 de dezembro. A prisão dele foi anunciada à imprensa em uma entrevista coletiva.

Um teste de DNA confirmou a parternidade do suspeito, que era responsável por cuidar da vítima na clínica Hacienda Healthcare, na cidade de Phoenix, informou a emissora "FOX 10". Funcionários disseram que não tinham ideia de que ela estava grávida e os registros do tribunal dizem que seu último físico conhecido foi em abril. Segundo a polícia, o bebê passa bem e será cuidado por parentes da paciente, membros de uma tribo nativo americana.

Em um comunicado, a unidade de saúde pediu desculpas aos parentes da vítima, à comunidade local e aos demais funcionários pelo ocorrido. A clínica informou que demitiu o funcionário assim que ele foi preso e que continua à disposição das autoridades para contribuir com as investigações.

"Nas últimas duas semanas, a equipe Hacienda aumentou as medidas de segurança para garantir a segurança de todos os nossos pacientes. Continuaremos a fazer isso. Também continuaremos a revisar e melhorar o que já é um processo de verificação aprofundada para os funcionários no Hacienda", afirma trecho da nota.

O parto da paciente pegou os funcionários de surpresa. Eles disseram não ter percebido que ela estava grávida.

"A família obviamente está indignada, traumatizada e em choque pelo abuso e negligência de sua filha na Hacienda Healthcare", ressaltou John Micheaels, advogado da família em um comunicado. "A filha deles responde ao som e é capaz de fazer gestos faciais. O importante é que ela é uma filha amada, embora com deficiências intelectuais significativas. Ela tem sentimentos, gosta de ler, ouvir música suave e é capaz de responder às pessoas com as quais ela está familiarizada, especialmente a família".



Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.