O jovem que vendeu o rim para comprar um iPhone e hoje vive preso a uma cama



Preso a uma cama e dependente de uma máquina de hemodiálise, o jovem chinês Xiao Wang sofre até hoje - e sofrerá pelo resto da vida - as consequências de uma decisão que tomou há oito anos.

Na época com 17 anos, Wang queria muito um iPhone, mas sem dinheiro para comprá-lo, decidiu vender um de seus rins.

Morador da província de Hunan, no sul da China, ele contatou uma rede ilegal de tráfico de órgãos sem que sua família suspeitasse.

Os traficantes ofereceram US$ 3 mil por um de seus rins. E Wang aceitou.
Disseram a ele que poderia viver tranquilamente com um rim só e fizeram a operação - cujas condições de higiene e cuidado estavam longe do ideal.

Com o dinheiro, Wang comprou um iPhone e um iPad, mas pagou um preço alto.

Sua família só descobriu o caso por desconfiar da origem do dinheiro que ele usou pra copiar os objetos e notar que ele estava com problemas de saúde.

Seus pais denunciaram o caso à polícia, que prendeu nove pessoas e gerou um caso de repercussão internacional. Os médicos e traficantes foram condenados pela Justiça chinesa a penas entre 3 e 5 anos de prisão.









Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.