BAYEUX: Câmara recebe representante dos servidores municipais na tribuna da Casa



Pela primeira vez em sua história, a Câmara Municipal de Bayeux abriu espaço para que se discutisse uma pauta externa à do expediente do dia durante uma sessão ordinária, onde apenas parlamentares podem fazer uso da palavra e ocupar a tribuna de uma casa legislativa.

O fato aconteceu na sessão desta terça-feira (12), quando o movimento grevista liderado pelo Sindicato dos Trabalhadores do Município de Bayeux - SINTRAMB ocupou as galerias da Casa Severaque Dionísio em busca do apoio dos vereadores para que se resolva o impasse causado pelo atraso salarial das categorias do serviço público municipal.

A solicitação foi feita pela presidente da entidade representativa dos servidores, Germana Vasconcelos, presente no movimento desta manhã.

Após acolher o pedido e obedecendo ao que preceitua o Regime Interno da Casa, o presidente Jefferson Kita submeteu a questão à decisão soberana do plenário que, prontamente, deliberou pela aprovação da questão colocada pelo seu mandatário e concedeu a palavra à dirigente sindical na tribuna do parlamento durante o Grande Expediente.

Ao discursar para os presentes, Germana elogiou a atitude da Mesa Diretora e do colegiado de vereadores e afirmou ter sido esta a primeira que vez que o espaço foi concedido desde que ocupa a presidência do SINTRAMB, há cerca de três, durante uma sessão ordinária. Para ela, com o ato, a Câmara demostra credibilidade perante os servidores e a população.

"Que vocês possam fazer uma reflexão do que cada um está fazendo aqui em prol da população de Bayeux. Acredito que a partir desse momento nós queremos levar como credibilidade a Câmara dos vereadores para a população de Bayeux e para os trabalhadores que agora se abriu uma oportunidade, um leque de confiança pra dar a esta Câmara honrosa", pontuou Germana.

Para o presidente Jefferson Kita, este novo momento nas relações entre a Câmara e a cidade representa um marco deste início de gestão à frente do parlamento mirim bayeuxense.

"Para nós é muito importante podermos servir de voz para as questões mais importantes da nossa cidade. O servidor é o patrimônio mais valioso de qualquer edilidade, ele está na ponta, é a porta de entrada dos serviços ofertados pelo poder público e cabe à 'Casa do Povo' ser, de fato, a casa do povo, acolher as suas demandas e buscar soluções para as mesmas. Muito satisfeito pelo nosso início de trabalho, tenho certeza que faremos uma grande gestão", afirmou Kita.



Jhon Alves

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.