Daniella vai ao Governo e apresenta proposta para revolucionar agropecuária em Caldas Brandão



Em reunião com o Secretário de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, Luiz Couto, a vereadora Daniella Martins (PSB) tratou sobre diversos assuntos relacionados a agropecuária no município de Caldas Brandão.  Na oportunidade apresentou um vasto relatório com diversas e importantes informações sobre a produção agropecuária no município e buscou o apoio do Secretário e do Governo do Estado para colocar em prática um plano de ação que pretende revolucionar a vida do município.

Daniella fez questão de ressaltar a necessidade de um investimento maciço por parte do Governo do Estado na agricultura e pecuária em Caldas Brandão, levando em consideração que embora seja um município com imensa área rural, Caldas Brandão ainda não desempenha efetivamente seu potencial nessa área.

“Foi um encontro de imensa importância. Pude levar nossos pleitos ao secretário, pude falar, por exemplo, da necessidade da construção de políticas públicas para incremento, capacitação e fortalecimento da agropecuária em nosso município”. ressaltou Daniella.  

A parlamentar saiu do encontro com algumas importantes conquistas em forma de decisões. De início ficou acertado que serão dados imediatamente os passos para criação do Conselho Municipal de Agricultura e do Sindicato Municipal de Agricultura familiar. A criação desses órgãos é imprescindível no processo de organização da categoria e será de grande importância na captação de recursos e parcerias para o investimento na região, bem como para comercialização do que vier a ser produzido a médio e longo prazo.  

A partir desse primeiro passo também serão criados os mecanismos pelos quais os agricultores locais serão incentivados a buscarem viabilidade de terras e recursos para criação de uma cadeia de produção dos itens que compõem a tapioca, já que a cidade é conhecida pela sua forte ‘cultura tapioqueira’, porém não produz em grande escala a matéria prima da tapioca e por isso acaba tendo que comprar de produtores de outras cidades, quando ela mesma poderia produzir a matéria prima, o que diminuiria custos e geraria uma nova cultura econômica local, fazendo surgir emprego e renda.

“Nosso município tem um potencial gigantesco para produzir não apenas a mandioca como matéria prima da tapioca, mas também para produzir os itens que fazem o seu recheio. Falo do queijo, carne, frango e demais produtos tão grandemente utilizados aqui, mas que sempre são comprados fora, quando poderíamos ter nessa cultura uma enorme fonte de riqueza para o povo de nosso município”, falou a parlamentar.

E acrescentou:

“A nossa área rural é enorme, mas infelizmente ainda não é explorada da forma devida. Nós temos um imenso potencial de riqueza e isso não tem sido potencializado como deveria. Eu assumo o compromisso de fazer todo esforço, de lutar todas as lutas, para fazer nossa agropecuária forte, produtiva e competitiva. Vou atrás de parceiros, de capacitação, de recursos. Vou bater na porta de quem quer que seja, mas vou buscar o desenvolvimento do meu município. Deus me deu essa missão e vou honrá-la”, finalizou.


Da Redação

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.