Em carta aberta Marcos de Mituaçu diz que é vítima de tentativa de difamação


Após o vazamento de imagens que supostamente seriam de conversas íntimas com um adolescente, o que caracterizaria crime, o ativista cultural e atualmente Coordenador de Cultura do município de Conde, Marcos Antônio de Souza, conhecido como Marcos de Mituaçu divulgou uma "Carta aberta à população condense", para falar sobre o que chamou de "Um caso de calúnia e difamação".

No texto, Marcos fala de sua trajetória de vida, bem como da tristeza pela veiculação de imagens e conversas atribuídas a ele, no que chamou de ‘invasão de privacidade’ e uso de “imagens pessoais minhas e acusando-me de cometer ato de pedofilia, circulando essa imagem nas redes sociais com o propósito de me ridicularizar e difamar a minha imagem e a imagem da minha família, o meu lugar de trabalho e posição política”.

E acrescenta: “Jamais estive envolvido no ato citado acima ou qualquer situação que viesse a deturpar a integridade da minha dignidade, da dignidade da minha família ou de quem quer que seja”.

Marcos ainda agradece a confiança da prefeita Márcia Lucena e da Secretária de Educação do município Aparecida Uchôa, que se segundo ele, acreditaram em sua palavra.

Leia a carta em sua íntegra:


UM CASO DE CALÚNIA E DIFAMAÇÃO

Carta Aberta de Marcos de Mituaçu à População Condense

SOU MARCOS, viúvo, pai de três filhos e avô de dois netos, divido minha vida com a minha companheira à qual sou grato por ter ela ao meu lado. Sou da comunidade Mituaçu, lugar em que nasci e me criei. Em toda minha caminhada de vida trilhei por caminhos e coisas que me fizeram e me fazem ser uma pessoa muito feliz e realizada. Sempre ajudei minha comunidade e meu povo do qual sempre tive muito orgulho, seja atuando no âmbito da cultura, seja no âmbito das questões comunitárias.
CHEGUEI onde cheguei por ter o merecimento e a confiança daqueles que sempre acreditaram em mim e no trabalho que faço com muito amor. Foram muitos os desafios, momentos em que sempre me faziam refletir sobre a importância do viver em comunidade, em união com aqueles que mais precisam, mas venci esses desafios e hoje estou aqui por ser uma pessoa de muita fé. Tenho fé nas coisas boas, no ser humano, nas religiões, na minha cultura e raiz, reverenciando sempre aquilo que os meus pais me ensinaram e depois, tive o merecimento de repassar para os meus filhos e minha família. Hoje, como Coordenador de Cultura do Município de Conde, desenvolvo um trabalho de muita dedicação junto a uma equipe a qual muito me orgulha e me ajuda a transformar sonhos em realidade, cuidando e mantendo viva a cultura de nossa gente.
VENHO AQUI, por meio desta carta, falar da tristeza que vivi nesses últimos dias sendo acusado injustamente de algo que jamais faria nem imaginaria ser acusado. Dentro dessa acusação, destaca-se o fator principal da minha tristeza que foi ver pessoas próximas a mim, desejando o meu mal e disseminando ódio e calúnias, invadindo a minha privacidade e usando imagens pessoais minhas e acusando-me de cometer ato de pedofilia, circulando essa imagem nas redes sociais com o propósito de me ridicularizar e difamar a minha imagem e a imagem da minha família, o meu lugar de trabalho e posição política.
ESCLAREÇO aqui que jamais estive envolvido no ato citado acima ou qualquer situação que viesse a deturpar a integridade da minha dignidade, da dignidade da minha família ou de quem quer que seja. Sempre fui honrado por ter chegado onde cheguei e sempre tive a consciência que não seria fácil estar onde estou, superando os desafios diários e aprendendo a me manter firme, acreditando que sou capaz de continuar fazendo o bem que sempre fiz por minha comunidade.
AGRADEÇO primeiramente a minha família que sempre esteve do meu lado me dando forças e a todos os amigos que foram solidários a mim neste momento tão difícil e delicado. Agradeço imensamente a Prefeita Márcia Lucena e a Secretária de Educação Cida Uchôa por continuarem acreditando em mim, garantindo sempre o meu lugar de fala. Agradeço t também a todos aqueles que me ligaram, me mandaram mensagens, vieram em minha casa trazendo palavras de conforto e me desejando força para superar toda essa situação. Graças a Deus, tudo vem sendo esclarecido dentro dos devidos caminhos da justiça. Continuarei firme fazendo o trabalho que tenho como missão e acredito que seja também o desejo meu e do meu povo. Sigamos fortes!!


Marcos Antônio de Souza (Marcos Mituaçú)




Da Redação

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.