Hospital de Trauma e Hemocentro solicitam doação de sangue para o período do Carnaval 2019




Por ser um hospital de urgência e emergência, diariamente, o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, necessita de dezenas de bolsas de sangue para cirurgias emergenciais e eletivas. Com aproximação da prévia carnavalesca Folia de Rua e do Carnaval, a preocupação é com o estoque de sangue, que atualmente se encontra baixo no Hemocentro. Por isto, a unidade de saúde faz um apelo à população da Paraíba para doar sangue.

O complexo hospitalar precisa de um estoque médio de no mínimo 60 bolsas de sangue por dia, para funcionar adequadamente. Segundo a coordenadora da Agência Transfusional, Rosineide Pontes, devido a essa necessidade, precisa-se de uma busca constante por doadores. “Na instituição, existe uma política de captação de doadores para sensibilizar os acompanhantes e pacientes, que dão entrada na unidade hospitalar. Sabemos que, dependendo da gravidade do paciente, ele pode necessitar de três a 20 bolsas de sangue, em uma única cirurgia”, frisou.

Dados do Ministério da Saúde revelam que, atualmente, 1,6% da população brasileira doa sangue e de acordo com a coordenadora de ações estratégicas do Hemocentro da Paraíba, Eliane Farias, no período natalino até o Carnaval há uma queda considerável de doações no país. “Esses períodos festivos somados com as férias escolares e o aumento de acidentes de trânsito contribuem para baixa nos estoques. Nossa missão é despertar os paraibanos a ter uma cultura de doação, porque se aumentarmos os doadores regulares, não teremos perigo de entrar em colapso”, ressaltou.

Com o objetivo de aumentar a sensibilização dos doadores, o Hemocentro da Paraíba lançará sua tradicional campanha de Carnaval, no dia 26 de fevereiro, mas antes disso estará com diversos profissionais trabalhando durante o Folia de Rua, reforçando a necessidade de doação de sangue. Para ser um doador de sangue é preciso estar saudável, bem alimentado, ter mais de 50 kg, ter entre 16 a 69 anos de idade e apresentar um documento oficial e original com foto. O Hemocentro funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 17h30 e, aos sábados, das 7h às 17. Os menores de 18 anos precisam estar acompanhados de um dos responsáveis legais para doar.

No ano de 2018, no feriado prolongado de Carnaval foram realizados 884 atendimentos no Trauma. Os casos envolvendo quedas (194), corpo estranho (107) e motocicletas (99) foram que apresentaram maior incidência nos plantões durante o período. As vítimas de atropelamento somaram 19 pacientes. Também foram registrados vítimas de trauma (54), Acidente Vascular Cerebral (47), agressão física (20), queimadura (18), acidente de automóvel (8), arma de fogo (06), arma branca (3), atropelamento (18), queimaduras (15) e acidente de bicicleta (6) e afogamento (1).


SecomPB


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.