Justiça do Trabalho dobra valores e bloqueios nas contas da Vale chegam a R$ 12,6 bilhões



A 5ª Vara de Trabalho dobrou nesta quinta-feira obloqueio de recursos nas contasda Vale para R$ 1,6 bilhão, com o objetivo de resguardar para os pagamentos e indenizações trabalhistas. Com isso, os valores bloqueados da mineradora chegam a R$ 12,6 bilhão.

A decisão da Justiça do Trabalho veio em ação movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT)  de Minas Gerais no último domingo. Inicialmente, o juiz plantonista havia determinado o bloqueio de R$ 800 milhões. Também foram impostas obrigações de arcar com custos de sepultamento, manutenção de pagamentos de salários a trabalhadores vivos e familiares de mortos e desaparecidos, bem como entrega de documentos fundamentais para a instrução do inquérito e apuração das condições de segurança na mina de Brumadinho.

- As ações coletivas são o caminho mais curto para a proteção de trabalhadores e famílias de vítimas, por meio delas, uma única decisão beneficia todo o grupo de trabalhadores afetados. Essa resposta rápida da Justiça do Trabalho de Minas Gerais aos pedidos apresentados do MPT, com certeza, é decisiva para alcançarmos a celeridade que as ações de socorro às vítimas da tragédia demandam - afirmou a procuradora-chefe do MPT, Adriana Augusta Souza.



Foto: Alex de Jesus / O Tempo / Agência O Globo / Agência O Globo

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.