OPINIÃO: Até quando ‘incertezas’ jurídicas impedirão Carlão do Cristo de exercer seu mandato?


Depois de quase três meses de recesso, a Câmara de João Pessoa  reinicias suas atividades nesta terça-feira (26), sob a presidência do vereador João Corujinha, que comandará os destinos da Casa pelos próximos dois anos.

O prefeito Luciano Cartaxo confirmou presença na abertura dos trabalhos do legislativo pessoense, na ocasião, o gestor fará um balanço do seu governo e as metas para este ano.

Mas talvez a reabertura dos trabalhos traga uma pergunta que consiga chamar mais a atenção dos pessoenses do que a presença do prefeito Luciano Cartaxo. O retorno aos trabalhos da Casa trás consigo uma dúvida enorme: O vereador diplomado Carlão do Cristo (PROS) irá assumir o mandato conforme diplomação do TRE ou as ‘incertezas’ jurídicas manterão o parlamentar fora da cadeira?

Carlão foi o primeiro suplente da coligação que elegeu o agora deputado Eduardo Carneiro para a Câmara em 2016. Foi normalmente diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Com a renúncia de Eduardo, Carlão assumiria normalmente o mandato, mas candidatos derrotados resolveram polemizar e sustentam através de liminar decisões que impedem que Carlão sente na cadeira que parece ser sua por direito.


Então as grandes pergunta para a CMJP e para o TER são: Quando Carlão assumirá o mandato que é seu? Até quando as tais ‘incertezas’ jurídicas impedirão Carlão do Cristo de exercer seu mandato?

Há quem diga que Carlão é vítima de preconceito social e racismo. Alguns dizem que ainda não teve sua situação definida por ser pobre, negro e não ter ‘pedigree’ político. Será?



Caco Pereira

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.