BAYEUX: Câmara aprova emenda e devolve ao povo o direito de escolher governantes em caso de vacância


A instabilidade política e as incertezas com relação a administração da cidade de Bayeux, no que diz respeito a possível vacância dos cargos de prefeito  e vice prefeito, pode estar com os dias contados. Isso porque a Câmara Municipal aprovou, em primeiro turno, a Emenda n° 01/2018, que visa adequar o Artigo 8° da Lei Orgânica do Município às novas regras eleitorais e garantir a realização de eleição direta, em caso de vacância nos cargos de prefeito e vice-prefeito do município.

Essa é uma emenda que vem sendo discutida há muito tempo na Casa Severaque Dionísio e sua aprovação corrige o artigo 8° da Lei Orgânica do Município, que hoje prevê eleição indireta na vacância dos cargos do executivo.

Com a mudança no texto, a Lei se adapta ao previsto na minirreforma eleitoral, garantindo, segundo o vereador presidente da Casa, Jefferson Kita (PSB), “a soberania do povo na escola de seus governantes”.  

Kita ainda explicou que após a aprovação definitiva, só acontecerá eleição indireta para prefeito e vice-prefeito se as vacâncias acontecerem nos últimos seis meses de mandato.  “Essa proposta devolve ao povo o direito do voto, inclusive nesses casos de vacância”, ponderou.


A matéria foi aprovada por unanimidade em primeiro turno e deve voltar ao plenário Vicente Pereira da Silva para uma nova discussão e votação em segundo turno, quando deve seguir para a sanção do Poder Executivo.




Da Redação com Ascom Câmara de Bayeux

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.