Ads Top

LAMENTÁVEL: Vereadores promovem 'barraco' em sessão e continuam no WhatsApp




Os vereadores da cidade de Patos, no Sertão paraibano, Ivanes Lacerda (MDB) e Diogo Medeiros (PSB), na última terça-feira (19), protagonizaram um verdadeiro 'barraco' durante a sessão da Câmara e deram continuidade ao 'furdunço' em grupos de Whatsapp da região. Ivanes chegou a acusar Diogo de usar palavras de baixo calão para se referir às colegas da Câmara e de tentar agredir outros vereadores.

“O vereador, ultimamente, está extrapolando na relação com os colegas, chamando vereadoras de rapariga, de puta velha, já partiu para agredir o vereador Goia (PV) em uma reunião e para me agredir, mas sabe que não vai conseguir porque não é homem para isso. Eu não agrido ninguém, mas também não aceito a agressão”, acusou Ivanes no áudio.

Em resposta, o socialista afirmou: “estarei entrando na comissão de ética da Câmara que ele falou que minha pessoa chamou vereadora de rapariga velha e isso não procede. Respeito todos os colegas homens e mulheres de bem que estão ali para trabalhar e prestar um grande serviço à cidade de Patos. Ainda hoje estou falando com meu advogado”.

Tudo começou por conta de uma questão técnica, porque Medeiros não queria que as falas de Lacerda fossem por questão de ordem alegando que o artigo 94 do Regimento Interno não permitia isso. No momento em que Ivanes pediu a palavra, o vereador Diogo o interrompeu se dirigindo ao vereador Sales Júnior que presidia a sessão.

“Senhor presidente, não permitimos pela ordem, artigo 94”, disse Diogo. Logo em seguida, Ivanes respondeu que ele não mandava no presidente. Começou uma calorosa discussão com ofensas e bate boca, sendo a sessão suspensa pelo presidente, então a sessão foi encerrada pelo presidente Sales Junior até que os ânimos fossem acalmados.

Escute:





Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.