Ads Top

OPINIÃO: Conde, um monte de pré-candidatos e uma porção de 'certezas incertas'


Eu acho bem interessante o cenário político do Conde. Já disse algumas vezes que a oposição está ‘entregando’ o jogo de mão beijada para Márcia Lucena.  Embora nos últimos dias os discursos de alguns atores da oposição estejam mais alinhados e coerentes, há ainda muito bairrismo, muita coisa de ‘torcedor’ e pouca articulação. 

No texto de hoje pretendo analisar como se comportaria cada pré-candidato e quais cenários poderiam ocorrer. Também analisarei de modo bem superficial cada nome.

No primeiro momento tratarei sobre os nomes da oposição, depois, quando avaliar nome a nome, trabalhamos com cenário que envolva a candidatura de Márcia. Vamos lá?

Edinho Mendes

Edinho Mendes é um camarada de fala fácil, jeito tranquilo, o que poderiam ser fatores agregadores, porém suas posturas nas últimas eleições não permitirão que ele consiga emplacar candidatura.  De verdade, acredito que não seja candidato a nada.

Eudes Félix

O ‘Ministro’ da gestão de Tatiana consegue ser um bom articulador político, goza de um imenso prestígio junto a vice-governadora. E pode causar algum ‘estrago’ político sim.

Informações dão conta de quem em uma pesquisa realizada por um grupo político local, Eudes teria pontuado na espontânea. Ele inclusive já teria sido cortejado para fazer parte da atual gestão (o que seria natural, já que o PDT de Eudes e o PSB de Márcia fazem parte do governo estadual), mas teria recusado o convite.

No presente momento não o vejo como um nome forte na disputa, mas pode sim crescer e preocupar. Será?


Fernando Araújo

Sinceramente, sempre vi Fernando Araújo como um camarada que pode ser mais na política do Conde. Já disse isso a ele mesmo e a outras pessoas, porém acho que o ‘Boca Loka’ precisa dar lugar ao Fernando Araújo que sabe dialogar, que sabe tratar as pessoas e que é um camarada de coração generoso (já disse isso também).

Quando isso acontecer, SE acontecer, ele crescerá.

Enquanto isso, o Conde precisa que ele volte à Câmara de Vereadores. Ele é atuante, fiscalizador e é sim um bom parlamentar.


Gerasom

Sério? Com todo respeito. Gerasom não será candidato a prefeito. Tenho imenso respeito por Gera. Ele é um camarada de bem e do bem. Mas não deve ser candidato.

Inaldo da Saúde

Inaldo é um homem com bom nome e serviço prestado a saúde do Conde. É um cidadão honrado e honesto. Mas com a declaração das lideranças do PSL de que Karla Pimentel é o ‘nome’ do partido, Inaldo certamente perde o protagonismo e deve se contentar em ser candidato a vereador. Aliás, é um excelente nome para a vereança.

Junior Rodrigues

Junior é o mais antigo ‘pré-candidato’ a prefeito de Conde. Desde 2017 é apresentado como tal. Isso de certo modo causa algum desgaste, ao mesmo tempo em que cria expectativas.

Recentemente teve seu nome colocado como possível candidato a vice-prefeito na chapa de Márcia Lucena. Mas essa ideia foi rechaçada por seus assessores que esbravejaram em grupos de WhatsApp e garantiram ‘a ferro e fogo’ que Junior é candidato e prefeito e ponto final.

Sendo assim, tratemo-lo como pré-candidato a prefeito.

É um empresário bem sucedido, um homem de bem, respeitado, altamente envolvido com a cidade sob diversos aspectos. Tudo isso é sim positivo na disputa pela candidatura das oposições (percebam o que disse: na disputa pela candidatura das oposições – falarei disso mais pra frente).

Karla Pimentel

Pessoalmente tenho carinho, amizade e respeito por Karla. Em 2012 eu dizia que ela deveria ser candidata, mas a legislação eleitoral não permitia, pelo parentesco com o então prefeito.

É um dos nomes mais fortes na disputa pelo protagonismo da oposição. Tem a seu favor e também desfavor o apoio do sogro que é sem dúvida uma das maiores lideranças políticas do Conde. Justamente por ser assim, tem no seu apoio um lado extremamente positivo, mas também pontos negativos.

Há rumores de que a ex-prefeita Tatiana, que é sogra de Karla não a apoiaria na tentativa de candidatura. 

Sinceramente, é melhor ter Aluísio e Tatiana como aliados do que como adversários, pois apenas tolos podem imaginar que os dois não têm peso político. Tem e muito.

Malba de Jacumã

Malba tem articulado, formado base, mas há quem diga que também perdeu apoiadores. É um rapaz atuante, inteligente, capaz e que não entrou na política para ser coadjuvante.

Não acredito que será candidato a prefeito em 2020. Não descarto completamente essa possibilidade, mas tenho certeza que ele só entrará na disputa se tiver uma total coesão em torno do seu nome. Caso contrário, segue à reeleição para Câmara municipal, onde tem atuado muito positivamente.

Olavo Macarrão
Rapaz do bem. Íntegro. Tem serviços prestados a cidade, teoricamente tem recursos para investir na campanha. MAS, usando uma linguagem bem comum do meio, tá verde ainda.

Não acredito que emplaque candidatura. Pode me surpreender? Claro. Mas em minha opinião, deverá ser candidato a vereador e pode chegar bem na Casa Cícero Leite.

Sergio Lourenço
Com todo respeito que tenho ao pastor Sérgio. Acho que ele deveria tentar uma vaga para a Câmara. É um homem muito inteligente, capaz, articulado. Conhece muito bem os meandros da política local.  Deveria tentar a vereança.

O ‘Candidato dos Ribeiro’

Um elemento que não pode ser desprezado na história política de Conde é a Família Ribeiro. Aliás, eles foram o fiel da balança nas últimas eleições de Conde. Colaboraram indiscutivelmente com a eleição de Tatiana e depois de Márcia.

O problema é: Eles indicarão um nome? A força segue firme? Sandra viria? Tony se arriscaria? Tel seria convencido (teoricamente, ele seria o mais forte no momento)?

O que sei é: ‘Os Ribeiro’ só podem ser cabeça de chapa ou participar apoiando alguém, já que não podem indicar o vice, em virtude da legislação eleitoral.


E aí? Vamos aumentar as conjecturas?

Junior Rodrigues não abre nem para o trem. Não será candidato a vice de ninguém. Garante o seu exército de assessores. Então temos uma candidatura definida. (Será?)

Macarrão, Gerasom, Sergio Lourenço, Fernando, Inaldo, Edinho e Eudes, caso não sejam candidatos apoiam a oposição? Ou vão para a situação? Sem medo de errar, ao menos três vão pra situação. Nem me pergunte quais. Eu não conto de jeito nenhum.

Karla, Malba e o nome dos Ribeiro se uniriam em torno de um só nome? Caberia mais gente nesse bolo? SIM! Acredito que desse grupo surge a única candidatura capaz de bater de frente com Márcia Lucena. Seja quem for o nome, embora acredite de verdade que para Malba é importante ter mais um mandato de vereador.

Também acredito que se Junior Rodrigues ceder, se abrir ao diálogo com a oposição de modo mais aberto, pode haver uma convergência maior na escolha de um nome, que pode ser inclusive o dele. Mas se continuar tendo barreiras que o blindam, ele conseguirá apenas se isolar e não irá muito além.

E Márcia Lucena?  

Não parece se sentir ameaçada. A atual gestora e seus aliados, parecem viver uma calmaria e uma soberba sensação de que resolvem tudo quando e como quiserem.

Continuo achando que se oposição não se definir e que se houver mais que duas candidaturas ligadas a oposição, dificilmente Márcia perderá as eleições, mas é preciso ‘descer do salto’, refazer os caminhos e ouvir com humildade o povo, demonstrando interesse em acertar, se envolvendo de fato com a comunidade e isso não apenas no discurso.

Em tempo:

Publicamos em outro texto a informação de que a prefeita Márcia Lucena teria buscado reaproximação com o vice-prefeito Dr. Tel Ribeiro. O secretário de comunicação rechaçou essa informação, disse que isso não aconteceu.


Ah! Só pra constar: se vocês soubessem do que sei, do que ouvi, não teriam tantas certezas. 

Na política 2 + 2 nunca serão 4.

Amanhã (2020) acontecerá tudo, inclusive tudo mais...


Reticências ...



Caco Pereira
Foto: Secomd 






Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.