OPINIÃO: Tem gente pulando para os braços de Márcia Lucena


Outro dia escrevi que a oposição na cidade de Conde tem um monte de pré-candidatos a prefeito e que isso favorece o projeto de Márcia Lucena na busca pela reeleição. 

Algumas possíveis adesões ao governo de Márcia podem acabar delimitando ainda mais o tamanho da oposição ou deixando claro quem de fato se opõe ao governo municipal e quem se coloca na oposição, mas não o é de fato.  Até acho que se isso acontecer, o grupo oposicionista poderá ser fortalecido e conseguir delimitar quem é quem, abrindo assim a plausível possibilidade de coesão. Claro que baixas acontecerão, bem como uma possível migração de votos. Resta saber o que pesará mais.

Uma fonte muito próxima da gestão de Márcia confirmou que alguns nomes estariam ‘namorando’ o governo socialista e que os ‘casamentos’ aconteceriam em breve. Um deles inclusive seria cotado para compor a chapa nas próximas eleições, sendo o vice. Em suma: Tem gente pronta pra pular no colo da professora.  Quem são os novos ‘queridinhos da gestão’?  Vamos aos nomes!

Olavo Macarrão – Candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Aluísio Régis, em 2016, o moço estaria com tudo pronto para se achegar ao ninho socialista. Apesar de fazer algumas críticas leves a gestão de ML, Macarrão seria visto como um nome equilibrado, que poderia agregar ao projeto de Márcia.

Mas Olavo teria que se contentar em ser candidato a vereador em 2020. Será que ele topa?  Será que o ‘Macarrão’ vai virar sopa na panela socialista?

Edinho Mendes – Eu nem sabia que ele ‘é’ pré-candidato, mas já fui informado que a pré-candidatura já será desfeita e que o ‘vice que correu de ser vice de Tatiana em 2016’ também está indo para os braços da gestão. Ele soma? Ou será que some?

Júnior Rodrigues – Apesar de se colocar como candidato de oposição, dizer que não retira sua candidatura sob hipótese alguma, fui informado de que Junior está de ‘casamento’ marcado com a gestão de Márcia Lucena. Segundo minha fonte o ‘dote’ é a vaga de vice nas próximas eleições. Ou seja, de candidato resistente a qualquer acordo de desistência e composição na oposição, Rodrigues passaria a ser o vice de Márcia em 2020.

Mas pensemos bem, se a oposição ainda não deu sinais claros de que pode montar a tão sonhada e necessária coalizão em torno de um único nome capaz de ‘bater chapa’ contra Márcia, indo para a situação e sendo vice, Junior teria uma eleição muito mais provável, do que se permanecesse na oposição. Na condição de vice-prefeito, seria um virtual forte candidato a prefeito em 2024. Será que é esse o raciocínio?

Se confirmada a ida, Júnior está dando razão àqueles que sempre disseram que ele é da oposição mas não se posiciona como tal.  Pessoalmente ainda acho que ele não irá. Mas há quem diga que ele já foi!

Um vereador – Ainda fui informado que um dos vereadores da oposição também estaria indo imediatamente para a base de Márcia. A informação é de que é um dos mais fortes opositores. Quem é? Não sei. Ou sei e ainda não digo!

Mas pensemos melhor ainda, os dois maiores opositores a Márcia na Câmara são Malba e Fernando Araújo. Será que um deles iria? Qual o custo político disso? Valeria a pena? Algum deles abriria mão da pré-candidatura e não exigiria ser o vice? Sinceramente duvido muito, mas não duvido demais!

Resta esperar para ver. Lembrando que nada disso ainda é fato, mas especulação ou informação com base em fontes. Sendo assim, onde há fumaça, pode haver fogo. Chamem os bombeiros ou deixem o fogo queimar o mar de Jacumã. E eu? Como diria o meu amigo Jairo Silva, não quero nem saber quem tocou fogo no mar, quero é comer peixe frito!


Ponto, mas não é final, até porque tem mais gente... Mas só digo depois!
Ah! até o final do Carnaval digo quem pode ser o nome da COALIZÃO OPOSICIONISTA DE CONDE!



Caco Pereira





Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.