“Arrogante e bruto”, dispara integrante do PSL contra Julian Lemos


Depois das últimas matérias publicadas no CANAL DO POVO, mais um filiado do PSL demonstra insatisfação com a atual situação do partido, mais precisamente com o deputado federal e presidente da sigla no Estado, Julian Lemos.

George Padilha afirma ter sido empossado presidente municipal do partido, pelo então candidato e hoje deputado federal Julian Lemos. Mas agora se diz completamente revoltado com o ex-aliado a quem chama de ingrato, autoritário e mal agradecido. Segundo George, ele tornou-se ‘motivo de piada na cidade, por culpa do deputado’.

De acordo com George, a insatisfação com Julian é generalizada no Vale do Piancó, onde Julian teve uma boa votação. “Na verdade não sou apenas eu, é tanta gente que tá insatisfeita, principalmente aqui no Vale do Piancó, onde a gente trabalhou tanto. Termina a campanha nem satisfação o pessoal dá pra gente, do que tá acontecendo, do que pode acontecer. Nem agradecer o cidadão Julian Lemos  agradeceu a gente aqui. Se ele agradeceu, agradeceu a pessoas que eu nem sei quem são. Mas quem realmente era liderança  daqui, principalmente eu que presido a sigla aqui, ele não deu nem um alô. Isso gerou uma insatisfação não somente aqui, mas em todo Vale”, esbravejou.

Para o sertanejo o momento é crítico no partido, principalmente pelo clima de disputa e desunião dentro da sigla. “Estou insatisfeito também com essa desunião do partido. A verdade é que desandou e isso é visível”, disse.

Porém, ele não esconde que sua revolta é diretamente com o deputado Julian Lemos, que segundo ele, não reconheceu o trabalho desempenhado por ele e pelos demais filiados e militantes do PSL em Itaporanga.  “Minha insatisfação maior é com o deputado federal Julian Lemos. Trabalhamos para ele aqui e nem sequer ele agradeceu. Ele não mandou uma nota de agradecimento, não ligou. No final das contas ficamos sem informação nenhuma”, reclamou George

George adiantou que alguns filiados já começaram a deixar o partido e migrar para outras siglas, principalmente porque havia no grupo pessoas com potencial de disputar as eleições de 2020. Ele mesmo deve deixar a sigla e buscar espaço para candidatura nas próximas eleições.

Para ele, muitos se sentiram explorados pelo deputado, pois trabalharam, se dedicaram, utilizaram recursos pessoais para realizar eventos, carreatas, panfletagens e não receberam sequer um agradecimento do deputado. “Eu apresentei ele a cidade. Ele foi apresentado a cidade por mim. E depois foi dizer a um camarada que não sabia quem era eu, que não estava lembrado de mim. Teve 287 votos aqui. Não gastou um centavo aqui e não agradeceu. A gente fez tudo isso e ele não agradeceu, diz que não se lembra, vem dá uma de besta. Eu virei motivo de piada na cidade por causa dele”.

George foi muito duro ao avaliar o modo como Julian Lemos se relaciona com as pessoas que trabalham ao seu lado. “É um cara arrogante, bruto. Eu acho ele é do tempo dos coronéis, porque a gente trabalha e ele acha que as pessoas têm obrigação de trabalhar para ele”, disparou

O que disse o deputado

O CANAL DO POVO manteve contato com o deputado federal Julian Lemos que informou que não se pronunciará sobre o caso. O parlamentar apontou os nomes e contatos de duas pessoas que, segundo ele, de fato teriam colaborado com sua campanha na região.

Contatos de Julian

Um dos contatos repassados foi o do jornalista Junior Viriato. O moço nos atendeu dizendo: “estou por fora das questões partidárias do PSL. Eu fui o locutor do partido na Paraíba para fazer a campanha de Bolsonaro e Julian. Mas em relação ao partido. O partido estar passando por uma reorganização”.

Alguns minutos depois Junior disse que é o responsável pela reorganização do partido em Itaporanga. Ao ser questionado se está por fora das questões partidárias do PSL ou reorganizando o partido ele mudou sua fala e explicou que “durante a campanha eu estava fora de assuntos do partido. Logo por que eu estava filiado a outra legenda durante o período eleitoral, mas agora estamos assegurando o partido”, afirmou.

O jornalista disse que George Padilha não teve participação da campanha de Julian. Segundo ele, o George cuidou das campanhas de Bolsonaro e da candidata a deputada estadual Ilmara Moraes. “Ele ficou encarregado de orquestrar a campanha de Ilmara Moraes para deputada estadual. Com relação a campanha de Julian eu não vi ele fazendo parte de forma direta não”, afirmou.

A outra pessoa indicada pelo deputado ainda não atendeu ao nosso contato. 

A matéria poderá ser atualizada em caso de novos desdobramentos e falas.

Da Redação


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.