Caso Geo: Justiça condena todos os adolescentes; defesa vai recorrer




O juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude, Luiz Augusto Souto Cantalice, no início da noite desta quarta-feira (24), condenou todos os quatro adolescentes por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável, ocorrido no interior do Colégio GEO, à pena de internação, que prevê reanálise da necessidade da manutenção em até seis meses.

O advogado de defesa de dois dos quatro adolescentes, Aécio Farias, disse que irá recorrer da sentença.

“Não havia qualquer prova para condenação. Além do mais, o processo está cheio de nulidades e a maior delas, sem dúvida, foi a existência de assistentes de acusação, o que é extremamente proibido. Vamos recorrer ainda hoje.”





Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.