Homem abre fogo em sinagoga na Califórnia e deixa uma pessoa morta


Foto: Denis Poroy/AP Photo


Um homem abriu fogo contra uma sinagoga na região metropolitana de San Diego, na Califórnia, na tarde deste sábado (27). De acordo com as autoridades locais, uma mulher morreu baleada. Outras três pessoas – também baleadas – ficaram feridas.

O xerife de San Diego, Bill Gore, afirmou que o homem detido tem 19 anos e entrou disparando com um rifle de assalto na sinagoga. No momento, ocorria um culto no local – os judeus comemoram neste sábado o último dia da páscoa judaica.

Policiais relataram que um agente de fronteira, de folga, viu o criminoso fugir de carro. Ele, então, disparou contra o veículo e conseguiu parar o atirador.

Há exatos seis meses, um atirador matou 11 pessoas em uma sinagoga em Pittsburgh, também nos Estados Unidos.

Trump parabeniza autoridades

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou o tiroteio e agradeceu as forças de segurança. "Pensamentos e orações a todos aqueles afetados pelo tiroteio na sinagoga em Poway, Califórnia. Deus abençoe todos", escreveu no Twitter.

"Suspeito preso. Autoridades da lei fizeram um excelente trabalho. Obrigado!", completa a mensagem de Trump.

Também pelo Twitter, Steve Vaus, prefeito de Poway – local onde ocorreu o crime deste sábado –, enviou condolências às famílias. "Ódio não tem lugar em NENHUMA comunidade... muito menos em Poway", escreveu.

"Nós vamos atravessar esta tragédia abraçados a cada um como uma família, como sempre fomos e sempre seremos", tuitou o prefeito.




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.