OPINIÃO: A justa homenagem de Jefferson Kita a Jota Junior



O jovem presidente da Câmara de Vereadores de Bayeux, Jefferson Kita (PSB), tem dado provas de que é um político bastante equilibrado, conciliador, com imensa capacidade de diálogo e que tem muito ‘jogo de cintura’

Kita revelou algumas outras facetas além das que citei anteriormente, durante a sessão ordinária da última terça-feira (16), na Casa Severaque Dionísio. O socialista se mostrou capaz de surpreender ao reconhecer virtude naquele de quem nunca esteve no mesmo lado; foi capaz de fazer com que todos, ainda que por alguns instantes, estivessem em concordância. Conseguiu em poucos minutos fazer todos menearem a cabeça positivamente em sinal de total aprovação. 

De modo sereno, como lhe é peculiar, o rapaz passou a palavra ao vice-presidente, foi calmamente para a Tribuna e surpreendeu a todos com a proposta de homenagear aquele que talvez seja a mais amada figura política da história de Bayeux, o ex-prefeito Jota Junior.

Principalmente os que foram aliados de Jota foram surpreendidos pela atitude humilde e justa de Jefferson Kita. Um dos colegas disse em tom de brincadeira que chegou a ficar com ‘inveja’, em seguida elogiou entusiasticamente a propositura do presidente.

A justa homenagem proposta pelo socialista lhe rendeu reconhecimento e carinho por parte de pessoas de todos os grupos da atual política de Bayeux, pois Jota Junior ainda consegue ser o nome que une toda Bayeux para reverenciá-lo, reconhece-lo e honrar seu legado. E por ser o autor das propostas de homenagem, Kita ganha muito, ganha acima de tudo, respeito.

O jovem e promissor presidente da Câmara, talvez nem tenha percebido a grandeza de seu ato, mas ao propor uma Sessão Especial para homenagear Jota Junior, e ao querer que a Praça do Jardim Aeroporto tenha o nome do ex-prefeito, Kita fez com que os colegas vereadores, os integrantes da imprensa, o público presente e toda sociedade de Bayeux, fossem capazes de mais uma vez honrar sua história, valorizar quem lhe amou e lhe fez muito bem.

A atitude de Kita transcende política partidária, aliás, ela vai além de política. Homenagear Jota é reconhecer o pai, o amigo, o político, o comunicador, o cidadão. Homenagear Jota é reconhecer o que Bayeux tem de melhor, sua gente, pois Jota era do povo, do povo de Bayeux!


Exclamação!


Caco Pereira


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.