CONDE: Após morte de paciente, CRM-PB dá prazo para Prefeitura regularizar situação de Policlínica





Nesta quarta-feira (15), o Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) encontrou irregularidades na Policlínica Municipal de Conde, durante uma fiscalização. As equipes estiveram no local após receberem uma denúncia sobre a morte de um idoso.

De acordo com reportagem da TV Cabo Branco, a fiscalização do CRM constatou que o atendimento oferecido à população, na Policlínica que é a maior unidade de saúde da cidade, não está sendo feito da forma correta.

As irregularidades:

A fiscalização do CRM constatou que a Policlínica possui material mínimo para fazer o atendimento básico à população e não faz internações, encaminhando muitos casos para João Pessoa. Além disso, apenas um médico atendias dezenas de moradores quando as equipes chegaram no local e a unidade de saúde também estava sem um responsável técnico, que é, segundo o CRM, irregular.

O prazo:

Foi concedido um prazo de dez dias para a prefeitura apresente a escala dos médicos que trabalham e indicar quem é o responsável técnico.

A denúnica

De acordo com o diretor do CRM, João Alberto, a fiscalização aconteceu em virtude de uma denúncia do Samu, que informou ser essa a segunda vez que  equipes iam até a unidade de saúde e constavam a falta de médico.

Desta vez, um idoso morreu. A suspeita é de infarto fulminante. Quando o CRM chegou no local, constatou que existia uma escala, mas que não tinha médico no local há 12h.

O Departamento de Fiscalização do CRM vai encaminhar os resultados da fiscalização para a Procuradoria do Conselho, que deve instaurar uma sindicância e fazer a investigação devida.

Nota da Secretaria De Saúde

Em nota, a secretaria de saúde do Conde, informou que as recomendações do CRM serão atendidas. Além disso, esclareceu que a equipe do Pronto Atendimento de Conde atendeu, na tarde da quarta-feira, um paciente de 61 anos de idade, que chegou à unidade com quadro de parada cardiorrespiratória aguda. "Todos os procedimentos possíveis foram realizados para garantir a saúde do usuário, sob a orientação telefônica do médico regulador da base do Samu, enquanto a Unidade de Suporte Avançado, composta por médico, se deslocava até o Conde",

Confira a nota na íntegra

Nota sobre a fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba ao Pronto Atendimento (Conhecido como Policlínica ) de Conde


A propósito da fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba nesta data, a Secretaria Municipal de Saúde de Conde presta as seguintes informações:
- A equipe do Pronto Atendimento de Conde atendeu, na tarde do dia 15 de maio, quarta-feira, paciente de 61 anos de idade, que chegou à unidade com quadro de parada cardiorrespiratória aguda. Todos os procedimentos possíveis foram realizados para garantir a saúde do usuário, sob a orientação telefônica do médico regulador da base do SAMU/JP, enquanto a Unidade de Suporte Avançado, composta por médico, se deslocava até o Conde;
- Apesar de toda a assistência prestada pela equipe do Pronto Atendimento de Conde, o usuário veio a óbito;
- O Pronto Atendimento permanece aberto e em funcionamento regular, abastecido com medicamentos e equipamentos necessários;
- O Conselho Regional de Medicina notificou a Secretaria de Saúde de Conde a tomar providências em 10 dias para completar a escala médica, as quais já vinham sendo motivo de atuação da Secretaria, que irá as atender.
A Secretaria Municipal de Saúde de Conde torna público seu pesar com o óbito do paciente, solidarizando-se nesse momento de perda e dor com a sua família, prontificando-se a prestar assistência a ela, além de tomar todas as providências cabíveis.

Conde, 15 de maio de 2019.

Secretaria de Saúde


Com informações de G1


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.