OPINIÃO: Sinais, fortes sinais apontam para o rompimento de João e RC




O governador João Azevêdo (PSB) negou o rompimento com o ex-governador Ricardo Coutinho, porém deixou claro que, quem estiver insatisfeito com o governo, rompa. As declarações de João causaram um imenso burburinho no ambiente político estadual e foram dadas aos repórteres Rudney Araújo e Rodrigo Souza, da cidade de Guarabira, nesta quarta-feira (29), durante agenda administrativa no Brejo.

Não existe rompimento. Aliás, aprendi na política, com o próprio Ricardo Coutinho, que não se rompe, se alguém não estiver satisfeito de estar próximo a mim, que faça o seu ato. Da minha parte nenhuma. Eu tenho respeito pelo ex-governador, eu sei o tamanho de Ricardo, tamanho da importância política que ele tem para Paraíba e o que ele construiu. Eu sou fruto desse projeto que estamos todos trabalhando”, afirmou.

Numa aparente tentativa de botar 'panos quentes' na história toda, João disse que o rompimento é um discurso fantasioso. “Essa coisa de rompimento que tentam colocar é muito mais fantasia do que realidade”.

João e RC estiveram no Almeidão na noite de ontem e viram o Botafogo perder mais uma decisão. Chamou atenção o fato de que estiveram em lugares separados.

Juntem-se os fatos desta quarta-feira, aos rumores de rompimento que permearam os bastidores da política paraibana e as declarações de RC, que fez críticas a linha adotada por João e será impossível não acreditar num eminente rompimento entre a ‘criatura’ e o ‘criador’.

 Não sabemos se de fato o rompimento haverá, mas o que vemos são sinais, fortes sinais!


...

Caco Pereira

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.