Depois de 31 anos de serviço, jornalista é demitido da Rede Globo




Ficou decidido nesta segunda (8) que o jornalista esportivo Mauro Naves, de 60 anos, não faz mais parte do time de profissionais da Rede Globo de televisão. Ele esteve ligado à empresa pelos últimos 31 anos e fez coberturas de Copas, Olimpíadas e a última reportagem no Brasil com Ayrton Senna, morto em maio de 1994.

Naves esteve afastado de suas funções desde 5 de junho, quando foi divulgado que ele teria passado o contato do pai de Neymar para o advogado de Najila Trindade, que acusava o jogador de estupro. Em nota apresentada durante o Jornal Nacional, foi dito que “há evidências de que as atitudes dele neste caso contrariaram a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas. Em comum acordo, o repórter Mauro Naves deixará a cobertura de esportes da Globo até que os fatos sejam devidamente esclarecidos”.

Procurado por VEJA SÃO PAULO, Naves não quis comentar o assunto. Apenas se limitou a dizer, via WhatsApp, que estava “triste com a situação, mas de consciência limpa por saber que estava agindo apenas em função de conseguir mais um furo jornalístico para a emissora". E completou dizendo: "Esse era meu único interesse no assunto"







Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.