Em nota, Prefeitura de Capim exalta a gestão da saúde e traz esclarecimentos à população




Após publicação nas redes sociais dando contas de que a prefeitura da cidade de Capim, no Vale do Mamanguape, tem cometido descaso com a rede de saúde municipal, a Prefeitura, por meio de sua Assessoria de Comunicação emitiu nota exaltando o papel desempenhado pela Secretaria de Saúde.

“O município possui três unidades de Saúde funcionando diariamente oferecendo os serviços aos que necessitam desde um atendimento médico, odontológico, psiquiátrico, fisioterápico, nutricionista ou até mesmo psicológico. Além disso, temos mantido nossas farmácias abastecidas com as medicações básicas e que podem e devem ser ofertada pelo SUS, contamos ainda com equipe plantonista 24 horas nas Unidades Sebastiana Francisca (Distrito de Olho D’água) e Anilda Rocha (Centro)”, diz a nota.



A gestão ainda deixou claro que tem empreendido diversos esforços e feito um constante investimento em equipamentos, reformas, aquisição de novos veículos, bem como em medicamentos para a farmácia básica do município, além de diversas conquistas que beneficiam a população.

Quanto ao problema denunciado a gestão esclarece que “as empresas participantes do Processo Licitatório entraram com recursos fazendo jus a um direito previsto em lei, e por mais que queiramos normalizar este tipo de compra (material odontológico) devemos obedecer aos prazos recursais, e não podemos comprar os materiais sem que eles estejam licitados, sabemos que a população precisa desse atendimento, mais pedimos a compreensão de todos, brevemente estaremos normalizando essa situação”.




Confira a nota:

NOTA

É de publico e notório por todos no município de Capim nossa gestão tem prestado um belíssimo serviço à população, principalmente no que se diz respeito à saúde dos nossos munícipes, o município possui três unidades de Saúde funcionando diariamente oferecendo os serviços aos que necessitam desde um atendimento médico, odontológico, psiquiátrico, fisioterápico, nutricionista ou até mesmo psicológico. Além disso, temos mantido nossas farmácias abastecidas com as medicações básicas e que podem e devem ser ofertada pelo SUS, contamos ainda com equipe plantonista 24 horas nas Unidades Sebastiana Francisca (Distrito de Olho D’água) e Anilda Rocha (Centro).

É do conhecimento de todos os investimentos feito na saúde em nossa cidade, investimentos esses que podem ser vistos, como a entrega do Anexo Anilda Rocha no centro, onde as pessoas contam com um local bem mais amplo, equipado e modernizado pronto para atender a todos, renovamos a nossa frota adquirindo duas novas ambulâncias, e uma van com capacidade para dezesseis pessoas e adaptada para pessoas portadoras de necessidades especiais, além disso, contamos com carros de apoio e um ônibus que fazem o transporte diariamente para João Pessoa, atendendo aos que precisam realizar consultas com especialistas fora do domicilio, contamos também com um laboratório para realizar os exames laboratoriais e laboratório de prótese dentaria.

No que diz respeito à falta de anestesia na área odontológica, infelizmente as empresas participantes do Processo Licitatório entraram com recursos fazendo jus a um direito previsto em lei, e por mais que queiramos normalizar este tipo de compra (material odontológico) devemos obedecer aos prazos recursais, e não podemos comprar os materiais sem que eles estejam licitados, sabemos que a população precisa desse atendimento, mais pedimos a compreensão de todos, brevemente estaremos normalizando essa situação.

São realizados mais de 150 consultas/exames de especialidades por mês no município de João Pessoa, além de exames laboratoriais e cirurgias, e são realizadas uma média de 50 consultas/exames por mês em Mamanguape, além das pessoas contarem com os atendimentos nas unidades, estamos sempre fazendo o melhor por nossa saúde.


Capim, 29 de Julho de 2019.

Narciso Joaquim de Santana
Assessor de Comunicação



Da Redação

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.