Tite responde sobre vontade de deixar a seleção brasileira e fala em contrato até 2022




A entrevista coletiva era para falar da final da Copa América, na véspera de Brasil x Peru, mas o técnico Tite teve que responder sobre as informações de que ele poderia deixar a seleção após o jogo deste domingo. Questionado, se limitou a falar que tem contrato até 2022.

"2022 é o contrato que o Tite manteve com a CBF, com o Rogério (Caboclo, presidente da confederação)", disse, evitando responder logo em seguida ao ser perguntado sobre o mesmo assunto: "Já respondi", afirmou.

Na quinta, o jornalista Juca Kfouri, comentarista dos canais ESPN, revelou a possibilidade de saída de Tite, independentemente do resultado da final da Copa América. O texto cita fontes próximas ao técnico, que estaria descontente com a saída de membros da comissão.

Através de uma curta nota oficial, a CBF se manifestou sobre o tema, afirmando confiar no trabalho da comissão técnica, e que a confiança "será mantida em caráter permanente”.

Antes mesmo da Copa América, o auxiliar Sylvinho deixou a seleção para assumir o Lyon, da França. Depois do torneio, o observador Fernando Lázaro deve seguir o mesmo caminho, enquanto o coordenador Edu Gaspar está de malas prontas rumo ao Arsenal-ING.
Antes e durante esta Copa América, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, também falou sobre Tite, garantindo que o treinador permanecerá até a Copa do Mundo de 2022.



Foto: Getty




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.