TRE marca julgamento que pode tornar RC, Márcia Lucena e outros ‘girassóis’ inelegíveis




O Tribunal Regional Eleitoral atendeu solicitação do desembargador José Mário Porto e marcou o julgamento da ‘AIJE DO EMPREENDER’ para quinta-feira (11).

A ação foi protocolada pelo Ministério Público Federal, nas eleições de 2014, teve como primeiro relator o juiz Tércio Chaves, seguido pelo desembargador João Alves. Depois passou, na sequência, por Maria das Graças Guedes, Romero Marcelo, Carlos Beltrão e, finalmente, José Ricardo Porto, que, agora, pede pauta para julgamento.

O julgamento poderá interferir diretamente nas próximas eleições municipais, já que em caso de condenação o ex-governador Ricardo Coutinho, a prefeita de Conde Márcia Lucena, além outros ‘grandes do ninho ‘Girassol’ podem ficar inelegíveis por até oito anos.

A candidatura de Ricardo à Prefeitura da Capital é dada como certa e em caso de condenação o PSB precisará viabilizar outro nome para a disputa em pouco tempo. O mesmo se aplica a atual prefeita de Conde, que naturalmente seria candidata a reeleição.


Confira o parecer do Procurador do TRE. Clique AQUI.




Da Redação

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.