Homem que tentou fugir de presídio vestido de mulher é encontrado morto




O presidiário Clauvino da Silva, 42, que tentou fugir do Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste do Rio, vestido de mulher no último sábado (3), foi encontrado morto na manhã de hoje em sua cela em Bangu 1.

De acordo com a secretaria de Administração Penitenciária (Seap), o Corpo de Bombeiros foi acionado "e será realizado o registro de ocorrência. Também será instaurada uma sindicância para apurar os fatos". O detento foi encontrado enforcado com um lençol.

Silva cumpria pena por tráfico de drogas e tentou fugir na tarde de sábado, vestido de mulher. Segundo a Seap, ele iria deixar a filha dentro da cadeia e deixar a unidade com as roupas dela, saindo do complexo pela porta da frente. Ele foi detido por agentes penitenciários. A unidade de Gericinó abriga presos da maior facção criminosa do Rio - o CV (Comando Vermelho).

O detento usava máscara de látex, estava com uma peruca de cabelos longos e vestia uma camiseta rosa, calça jeans e sapato branco. Ele estava ao lado de outras oito mulheres quando tentou sair do presídio.

Porém o disfarce chamou a atenção dos agentes penitenciários. Silva foi levado para uma sala e os agentes pediram que ele retirasse a roupa, revelando assim o disfarce. O ato foi filmado pelos agentes.

Filha e grávida são investigadas

A filha Ana Gabriele Silva, 19, é suspeita de ter ajudado o pai na tentativa de fuga. Ela vai responder por facilitação de fuga. A pena prevê pena de seis meses a dois anos de detenção. Outros oito visitantes, entre eles, uma grávida, também são suspeitos de terem auxiliado no plano. A gestante é suspeita de ter entrado na unidade com a máscara de látex usada pelo criminoso no momento da saída.

Após o plano ser descoberto, Silva foi transferido do complexo de Gericinó para Bangu 1, onde seu corpo foi encontrado nesta manhã.

Também conhecido como Baixinho, Silva já havia fugido do Complexo de Gericinó, em 2013. Ele deixou a unidade junto com outros 30 presos pelo esgoto do local. Ele foi detido um mês depois em Angra dos Reis, na região Sul do Rio de Janeiro.




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.