POCINHOS: Vereadores detonam Adriano Galdino por 'crítica seletiva' e por 'esquecer' obras inacabadas de gestão anterior




Os vereadores de Pocinhos Ramatis Chaves (PTB) e Mônica de Beto (PSB) ignoraram o fato do deputado e Presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), não visitar obras inacabadas e não procurar soluções para infraestrutura da delegacia, que passa por sérios problemas estruturais.

 O deputado esteve na última terça-feira, dia 06, visitando o município de Pocinhos e, na oportunidade, esteve na Praça Central e no Complexo Esportivo. Ele fez críticas ao atual prefeito Cláudio Chaves (PTB), enfatizando que a gestão municipal “abandonou” espaços importantes.

De acordo com o vereador Ramatis Chaves, a administração municipal tem feito um esforço gigantesco para garantir obras de infraestrutura na cidade. Ele garante que desde o primeiro mandato do prefeito Cláudio a administração é perseguida pelo deputado Adriano.


           Documento comprova valores investidos na construção de um Auditório Teatro em Pocinhos

O vereador pontuou que na última visita de Galdino, ontem, ele passou por um dos principais problemas deixados pela gestão de um sobrinho, Arthur Galdino. “Esqueceu de parar e olhar à esquerda e perceber que ali existe uma obra inacabada que foi investido cerca de R$ 240 mil”, enfatizou o vereador esclarecendo que antes do atual prefeito assumir o convênio do Teatro Auditório foi cancelado.

Uma das hipóteses levantadas atualmente na cidade é que o governo estadual deverá fazer um investimento e construir um Teatro Auditório na Escola Antônio Galdino. “Isso é sem sentido, uma vez que já foi feito um investimento para construção de um teatro. E o dinheiro gasto?”, questionou Ramatis.

A vereadora Mônica de Beto também lamentou o fato do governo estadual não resolver problemas de infraestrutura na delegacia. “Quem passa pela delegacia constata que a fossa séptica está a céu aberto. Sem falar de outros problemas estruturais do prédio”.





NÃO AJUDA! SÓ ATRAPALHA!

Ramatis Chaves também pontuou a ausência de convênios com o governo estadual. “A prefeitura de Pocinhos não tem convênios com o governo do estado. Enquanto outros municípios vivem recebendo recursos para pavimentação de ruas e transporte escolar; Pocinhos é zero”.

ENVIO DE OFICIOS:

A gestão garante que já foram enviados vários ofícios, no entanto, não obteve nenhuma resposta por parte do governo estadual.

LUXO NA CAPITAL:
Os vereadores apontam que a oposição vive em condomínios fechados na capital do estado, João Pessoa. “Vivem comendo sua lagosta e seus camarões caríssimos. Só aparecem em Pocinhos a cada quatro anos”.

UNIÃO:

O grupo de vereadores, que compõem a base de sustentação do prefeito Cláudio Chaves na Câmara, garante que está unido.







Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.