MARIA DA PENHA: Homem é gravado espancando mulher durante briga; vídeo




Um homem de 38 anos foi preso nessa quinta-feira (10) suspeito de ameaçar e espancar a esposa, uma mulher de 28 anos, no bairro de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa (PB). As imagens das agressões são fortes e foram registradas pela vítima em um celular. Veja abaixo a cobertura da TV Correio/Record TV para o caso.

Agressões

Conforme as imagens, a vítima estaria em uma cama no quarto, enquanto Gilberto de Oliveira Pinto insiste para que ela vá tomar banho. Visivelmente irritado, ele é visto com um tubo de papelão batendo na mulher, que chora e reclama de dor, sempre pedindo para que ele parasse. A identificação de Gilberto foi divulgada oficialmente pela Assessoria de Comunicação da Polícia Civil da Paraíba.

As agressões continuam com socos. O homem é visto no vídeo batendo na mulher com o fio de um ferro de passar e ameaçando lançar sobre a vítima uma cadeira aparentemente de madeira.

Após a confusão, a mulher se escondeu no banheiro e depois conseguiu acionar a Polícia Militar. O homem fugiu. Ele tentou fazer uma queixa na Delegacia da Mulher em Mangabeira, na Zona Sul da Capital, contra a esposa ao dizer que foi procurado por ela, que estava sob medida protetiva, mas acabou preso. Segundo a polícia, essa intenção dele de culpar a vítima seria inútil.

Os dois foram ouvidos pela delegada da Mulher em João Pessoa, Amindonzele Carneiro. Apesar das imagens, o homem negou que tenha cometido as agressões e disse que apenas fez ameaças. Porém, a delegada afirmou que a vítima estava com marcas e machucados visíveis pelo corpo.

A mulher teria dito à delegada que essa seria a segunda vez que sofria agressões do companheiro. Dessa vez, o motivo da briga seria porque ele saiu à noite e voltou para casa somente pela manhã e a mulher reclamou.

Ela já havia denunciado o suspeito por agressões e estava separada dele sob medida protetiva, mas deu uma segunda chance para o marido, achando que ele fosse mudar. Os dois conviveram juntos durante um ano e meio e não têm filhos.

Lei Maria da Penha

Gilberto de Oliveira foi enquadrado nos crimes de lesão corporal, ameaças e injúrias, previstos no Código Penal e Lei Maria da Penha, e levado para a carceragem da Central de Polícia do bairro do Geisel, na Zona Sul de João Pessoa.

Na manhã desta sexta-feira (10), Gilberto passou por audiência de custódia no Fórum Criminal da Capital, onde a Justiça decidiu encaminhá-lo para o Presídio do Roger.

Denuncie violência contra mulher
Mulheres que sejam vítimas de violência, agredidas por homens, devem procurar ajuda. Vizinhos e testemunhas também podem acionar a polícia sem ser identificados. Os telefones gratuitos 24 horas que devem ser chamados são 180, 190 ou 197.


Veja o vídeo:







Portal Correio


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.