EM CONDE: Após encerrar atividades, hotel de luxo é invadido; nove pessoas são presas




Nove pessoas foram presas na tarde desta quinta-feira (07) suspeitas de praticar saques no Resort de luxo, Mussulo, na cidade de Conde.

O local, que encerrou suas atividades, começou a ser invadido no dia 25 de outubro por pessoas que furtaram material de construção e até um fogão industrial.

O delegado Marcos Paulo, contou que, de acordo com o advogado dos responsáveis pelo resort, os saques estariam acontecendo desde o dia 25 de outubro. O prejuízo dos furtos pode passar dos R$500 mil.

A guarnição da Companhia de Alhandra foi até o local e realizou um cerco, várias pessoas conseguiram fugir, mas nove foram presas, destas oito confessaram os crimes e uma negou. No local havia cinco carros que serviriam para transportar o material furtado. Outras pessoas estavam nas dependências do resort, mas como não estavam com a materialidade do crime, foram apenas identificados para posterior apuração.

Os suspeitos foram autuados por furto qualificado e recolhidos na cadeia de Alhadra. Eles devem passar por audiência de custódia ainda nesta sexta-feira (08).

Uma perícia foi iniciada ainda na quinta-feira, mas precisou ser interrompida para continuar nesta sexta-feira, devido à dimensão do local.




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.