II Mostra de Cinema Walfredo Rodriguez prossegue neste sábado com debates e exibição de dois filmes patrocinados pelo Edital da PMJP




A II Mostra de Cinema Walfredo Rodriguez, realizada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), prossegue neste sábado (16), com a exibição de filmes, mesas players. O evento, que homenageia as atrizes Marcélia Cartaxo, Soia Lira e Zezita Matos, faz parte do AnimaCentro e termina neste domingo (17).
 
Pela manhã, a partir das 9h, no Hotel Globo, acontece a Mesa “Estratégias do Cinema para a Resistência”, com Keila Senna, Alfredo Manevy, Ernesto de Carvalho. À tarde, às 14h, serão realizadas as Mesas Players, que são as rodadas de negócio com os executivos de projetos que atuam no mercado nacional.
 
À noite acontece a exibição dos filmes, tanto no Ponto de Cem Réis, como no Centro Cultural de Mangabeira. Às 19h30, será exibido o curta-metragem “Faixa de Gaza”, de Lúcio César, e às 20h, será a vez do longa “O Que Os Olhos Não Veem...”, de Vânia Perazzo, ambos patrocinados pelo Edital Walfredo Rodriguez.

Sinopses dos filmes exibidos na sexta-feira (16)
 
“Faixa de Gaza” (2019)

(Ficção, cor, DCP, 15 min. Direção: Lúcio César)
Sinopse: Em um conjunto habitacional de periferia Mago chefia um bando de jovens aliciando e cometendo crimes em meio a uma guerra de facções noticiadas pelas ondas do rádio. Nazaré e Naldin se deparam com a violência desse conflito, pois ambos estão no lugar errado: a faixa de gaza.
 
“O Que os Olhos Não Veem…” (2019)

(Ficção, cor, DCP, 01h20. Direção: Vânia Perazo)
Sinopse: Comédia farsesca, com ares de “drama” circense e commedia dell’arte: duas mulheres com problemas amorosos são “abduzidas” por uma peça teatral, encontram-se e ficam amigas. Áurea, por desconfiar que o marido tem uma amante; Shyrleyde, por ser amante de um homem casado e desejar oficializar essa união. Dividem as dores doamor frustrado, numa viagem pelo absurdo, consultando a mesma Psicóloga, a mesmaVidente Holística e contratando o mesmo Detetive para espionar e fotografar oMarido/Amante que ignora o fato. A aventura conduz as duas a um grand finale, deixando ao espectador chegar a sua própria conclusão.
 
Investimento no audiovisual – A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), vem investindo cada vez mais no audiovisual. No total, já foram produzidos pelo Edital Walfredo Rodriguez 45 filmes, entre longas, telefilmes, medias e curtas-metragens, com investimentos de R$ 7.975.000, somando os três editais já lançados.
 
Programação
 
Sábado (16)
 
Hotel Globo
9h às 12h – Mesa “Estratégias do Cinema para a Resistência”, com Keila Senna, Alfredo Manevy, Ernesto de Carvalho
 
14h às 15h30 – Mesa Player's
15h45 às 17h30 – Mesa Player’s
 
Ponto de Cem Réis – Sessão Principal
19h30 – Exibição do curta “Faixa de Gaza”, de Lúcio César
 
20h – Exibição do longa “O Que Os Olhos Não Veem...”, de Vânia Perazzo
 
Centro Cultural Mangabeira – Sessão Paralela
19h30 – Exibição do curta “Faixa de Gaza”, de Lúcio César
 
20h – Exibição do longa “O Que Os Olhos Não Veem...”, de Vânia Perazzo
 
Domingo (17)
 
Associação Comercial
9h às 12h - Pitching aberto
 
Hotel Globo
14h às 17h – Rodada de Negócios
 
Ponto de Cem Réis – Sessão Principal
19h30 – Exibição dos curtas do Projeto Cinemando nas Escolas
 
20h – Homenagem a Marcélia Cartaxo, Zezita Matos e Soia Lira
 
20h30 – Exibição do longa “Pacarrete”, de Allan Deberton
 
Centro Cultural Mangabeira – Sessão Paralela
19h30 – Exibição “Filmes da Escola de Cinema do Sertão”





Juneldo Moraes SecomJP
Foto: Alessandro Potter


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.