Justiça penhora parte do salário de Caio Ribeiro por dívida de familiares



A Justiça de São Paulo determinou, em primeira instância, a penhora de 10% dos salários do comentarista Caio Ribeiro, da TV Globo. O ex-jogador foi incluído no processo iniciado pela RDG Fundo de Investimento contra a Maxxilab Exames Laboratoriais, que pertence aos familiares dele. As informações são do UOL.

O Tribunal entendeu que o profissional entrou como avalista em um contrato de mais de R$ 280 mil, o que ocasionou a ação judicial. O pai e o tio de Caio são os sócios da Maxxilab.

De acordo com o autor da ação, uma nota promissória de R$ 280.754,73 foi colocada como garantia de pagamento após a RDG ter celebrado acordo de Cessão de Crédito com a Maxxilab. Advogados, no entanto, alegam que a empresa acionada na Justiça não gerou os recursos previstos. Ou seja, a empresa adquiriu capital, mas não efetuou os serviços estabelecidos.

Em novembro, a Justiça determinou a penhora de 10% do salário de Caio Ribeiro. O valor, no entanto, não foi informado. A defesa do comentarista informou ao UOL que vai recorrer da decisão.







Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.