Kita desmente nova fake news e atribui a grupo do prefeito onda de ataques à Câmara; vídeo

O presidente da Câmara Municipal de Bayeux, Jefferson Kita, definiu como “ataque leviano” mais uma fakenews patrocinada pelo grupo político do prefeito Berg Lima, segundo ele.

De acordo com Kita, o caso envolvendo a falsa informação de a empresa que teria prestado serviço na reforma da casa legislativa funcionaria numa sorveteria na cidade Mogeiro nada mais é do que

“Mais uma denúncia mentirosa patrocinada por grupos ligados ao prefeito, alguns sites infelizmente se propõem a propagar mentiras, como foi o caso da pintura e agora com a disseminação de mais uma fakenews afirmando que uma empresa que prestou serviço à Câmara funciona em uma sorveteria. Queremos chamar atenção para a deturpação do fatos, quando se utilizaram de uma imagem do Google Maps de uma sorveteria que funciona na mesma rua da referida empresa, assim como constam nas provas colhidas em foto e vídeo, tratando-se, portanto, de clara má fé”, relatou.

Construtora
Ele ainda ressalta que a empresa está ativa e com suas certidões atualizadas, visto que mantém contratos com as prefeituras de Cabedelo, Mamanguape e Serra da Raiz, sendo este último um convênio com o Governo Federal.

O presidente atribui a onda de ataques ao fato de a Câmara vir mantendo uma postura autônoma e independente em relação ao prefeito em questões que dizem respeito à suplementação orçamentária solicitada junto ao parlamento de cerca de R$ 60 milhões, além de um pedido de empréstimo de R$ 1 milhão para aquisição de equipamentos para a Guarda Municipal e um pedido para que se arquive a denúncia acatada recentemente é que pode levar à cassação do gestor.

“Como não cedemos ao pedido do prefeito para autorizarmos uma suplementação orçamentária de R$ 60 milhões, ele agora quer um empréstimo de quase R$ 1 milhão para comprar armamentos e equipamentos para a Guarda Municipal e o arquivamento da denúncia que pede o seu afastamento”, disse.

“Na verdade, percebe-se uma agonia por parte do agrupamento político do prefeito, uma vez que já hoje foi publicizado pela imprensa que houve movimentação no processo que tramita no Tribunal de Justiça contra ele e uma decisão pode sair a qualquer momento”, finalizou.

Veja o vídeo que comprova que a empresa e a sorveteria funcionam na mesma rua:



Documentos que comprovam atuação da empresa em outras cidades:











Assessoria



Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.